Futebol do Povo

Ceará 2×2 Figueirense: faltas demais, inspiração de menos, mas ponto comemorado

4165 46

Lima fez o gol, mas teve dificuldades com a marcação. Foto: Júlio Caesar

O Ceará caiu na armadilha do Figueirense nesta sexta-feira, mas saiu do gramado do Castelão comemorando apesar dos dois pontos perdidos depois de quatro vitórias seguidas. O time de Santa Catarina, correndo risco de rebaixamento, amarrou o jogo como quis, marcou muito bem com uma linha de quatro e outra de cinco e impediu qualquer ação ofensiva mais relevante do time de Marcelo Chamusca, com exceção dos gols. Assim, construiu um 2 a 1 tendo menos posse de bola (44%) e atacando pouco até os 49 minutos do segundo tempo, quando Pio – que entrou no decorrer da partida – acertou cobrança de falta decisiva, com muita curva e determinou o empate por 2 a 2 (Dudu Vieira marcou os tentos do Figueirense e Lima o outro do Ceará).

CLIQUE E VEJA TABELA E CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B

O Alvinegro, individualmente, não teve inspiração de seus jogadores acostumados a decidir e seu sistema defensivo falhou mais do que o normal nesta Série B. Foi também uma equipe impaciente, sem movimentação ofensiva adequada e muito faltosa (foram 26 infrações contra 20 do Figueirense), ou seja, fez o que o adversário queria. E sem Richardson, sofreu.

O mérito do Ceará foi não ter desistido, algo fundamental para essa fase do campeonato. Foi buscar duas vezes um empate em um dia que não foi bem. E aí faz parte da maturidade de uma equipe somar pontos mesmo em dias complicados. Não por acaso o Alvinegro briga firme pelo acesso, tanto que ainda depende apenas de suas forças.

Agora com 55 pontos, o Ceará aguarda a finalização da rodada neste sábado. Na melhor da hipóteses, mantém os quatro pontos a frente do quinto colocado – o que seria ótimo na rodada – porque Vila Nova e Oeste se enfrentam. Na pior, ficará a dois pontos de distância.

Recomendado para você