Futebol do Povo

Reforço do Fortaleza, argentino Germán Pacheco já foi chamado de “Novo Messi”

5742 66

Aos 26 anos, Pacheco chuta bem de fora da área e tem a velocidade como arma

Ainda adolescente, German Pacheco, anunciado pelo Fortaleza neste sábado, começou sua carreira atuando na base do Velez. Sua família então foi para a Espanha e o meio-campista/atacante, com 18 anos, já integrava a equipe B do Atlético de Madrid com destaque. Foi artilheiro por lá, marcou seis gols em partidas diante do Real Madrid B e ganhou segurança para as convocações da Seleção Argentina sub-20 em 2009.

A exagerada imprensa espanhola não demorou para chamá-lo de Novo Messi, mas o jogador, também canhoto, ficou aquém das expectativas.


Se transferiu para o Rayo Vallecano e em 2010 fez parte do elenco do Independiente-ARG, para depois atuar no Gimnasia de la Plata, passagens sem brilho. Tentou renascer para o futebol na Ucrânia, mas  efetivamente e com sequência, conseguiu voltar a marcar gols no Peru. Por lá, atuou no Unión Comercio,  no Juan Aurich e também no Allianza Lima, ano passado, e em 178 partidas acumuladas nas três equipes, marcou 55 vezes.

Não por acaso, além da proposta do Fortaleza, Pacheco tinha possibilidade de atuar ems três equipes peruanas, uma asiática e também foi especulado no Sport Recife. No Pici e pela primeira vez no futebol brasileiro, chega para ser titular e, concentrado, tem boas possibilidades de ajudar, inclusive porque atua de forma intensa.

 

Recomendado para você