Futebol do Povo

Fortaleza: mérito ofensivo dá justa liderança da Série B, mas postura defensiva precisa de correção

2790 23

Inquestionável, a liderança do Fortaleza na Série B com nove pontos em nove disputados tem no sistema ofensivo sua principal referência. Mais do que os sete gols marcados, a equipe criou muito nos jogos contra Guarani, Boa e CRB. As razões: além da disposição tática voltada para a posse de bola, movimentação constante, jogo apoiado e agressão ao adversário dentro ou fora de casa, os jogadores têm mostrado uma postura diferente daquela vista no Campeonato Cearense. Há uma entrega no gramado que chama a atenção porque é perene. Na partida contra o CRB, nesta terça-feira, no Castelão, foi assim o tempo todo, coisa para a torcida ter orgulho.

O outro lado do desempenho da equipe é o sistema defensivo. Para seguir com segurança nas próximas 35 rodadas, é preciso uma rota de correção. Há problemas no posicionamento dos zagueiros tanto nas bolas aéreas como nas jogadas de velocidade do adversário. Outro ponto: não raro, laterais e volantes, atacando quando o time tem a bola, não conseguem fazer a reposição ideal na perda da pelota, permitindo espaços amplos.

A equipe sofreu apenas dois gols na Segundona, mas contra o CRB permitiu diversas oportunidades, incluindo dois lances em que a equipe de Alagoas foi prejudicada pela arbitragem no segundo tempo, quando a partida já estava 3 a 1. O primeiro: um pênalti cometido pelo zagueiro Diego Jussani, que defendeu com o braço uma bola que entraria no gol. Era para o jogador ter sido expulso, inclusive. E um gol do CRB mal anulado por impedimento que não ocorreu, em que pese o lance ter sido difícil para o auxiliar.

Próximo confronto do Fortaleza é no feriado, terça que vem, contra o Londrina, fora de casa. O jogo está marcado para começar às 16h30min.

Recomendado para você