Futebol do Povo

Com contratos assinados com EI e Globo, além de outras verbas, Fortaleza terá no mínimo R$ 40 milhões em caso de acesso para Série A

17204 25

Técnico Rogério Ceni (Foto: Mateus Dantas / O Povo)

Uma mudança importante de patamar financeiro vai ocorrer no Fortaleza caso o clube consiga o acesso para a Série A 2019. O clube já tem um contrato assinado com o Esporte Interativo desde 2016 – para exibição em TV fechada – que garante R$ 9 milhões por ano a partir de 2019 pelos critérios adotados.

Nesta semana o clube fechou compromisso com a Rede Globo de 2019 até 2024 para exibição de suas partidas em TV aberta, pay-per-view e internet. O valor não foi divulgado oficialmente, mas o Blog apurou que o mínimo garantido foi de R$ 21 milhões anuais (mesma situação do Ceará caso o Alvinegro permaneça na Série A em 2019), correspondente aos valores divididos igualmente entre todos os clubes, exibição na grade da TV Globo Pay-Per-View e desempenho ao final da competição.

Assim, só de direito de TV por estar na Série A o Fortaleza teria no mínimo R$ 30 milhões, com potencial de aumentar dependendo das circunstâncias. Há ainda aumento do valor do patrocínio da Caixa em caso de acesso e um novo contrato de venda dos jogos da primeira divisão para serem exibidos no exterior também a partir de 2019. Essas duas verbas têm potencial de alcance de R$ 10 milhões juntas.

Com 26 pontos, o Fortaleza segue líder da Série B, mas tem que superar problemas importantes. Foi derrotado pelo o Oeste na partida mais recente, perdeu Edinho para o Atlético-MG e Gustavo por dois meses em função de fratura no braço.

Texto atualizado às 14h53min desta terça-feira, 26, para informação do valor mínimo do Esporte Interativo, de acordo com apuração do Blog

CEARÁ ASSINA CONTRATO COM A REDE GLOBO A PARTIR DE 2019 PARA TV ABERTA E PAY-PER-VIEW

Recomendado para você