Futebol do Povo

Os motivos da saída de Rafael Pereira do Ceará

11027 8

Rafael Pereira vai para a Chapecoense. Foto: Mateus Dantas / O Povo.

A saída do zagueiro Rafael Pereira do Ceará para a Chapecoense pegou muitos torcedores alvinegros de surpresa. Um dos principais jogadores na campanha do acesso do clube para a Série A do Campeonato Brasileiro em 2017, o catarinense de 33 anos era um dos líderes do elenco, mas alguns motivos fizeram aceitar a proposta da Chape. O Vovô receberá uma compensação financeira pela saída do atleta.

Um dos fatores (e provavelmente o principal) foi que o defensor, já em idade avançada, ganhará um aumento considerável de salário no novo clube, onde receberá R$ 110 mil por mês com contrato tendo duração de dois anos.

Além disso, o Blog apurou com pessoas de dentro do Ceará que o atleta, que quase sempre foi titular absoluto, se viu perdendo espaço com o alto número de zagueiros no elenco e já estava desmotivado por estar no banco de reservas, por isso procurou outro ambiente. Atualmente, são cinco defensores fora ele (Luiz Otávio, Tiago Alves, Valdo, Eduardo Brock e Patrick), sendo Luiz Otávio e Tiago Alves os titulares.

Buscar maior proximidade da família, que é de Santa Catarina, foi outro motivo que pesou para a escolha de Rafael. Desde 2015 o atleta joga no Nordeste, já que antes de se transferir para o Vovô, em 2017, passou duas temporadas no Náutico.

O conjunto de fatores fizeram o defensor aceitar a proposta recebida há cerca de duas semanas. Rafael Pereira deixa o Ceará após 64 jogos e três gols marcados, e além do acesso à Série A em 2017, conquistou também o Campeonato Cearense 2018.

Recomendado para você