Futebol do Povo

Fortaleza, em auto-sabotagem, perde do Sampaio Corrêa com péssima atuação

7518 35

Foto: Júlio Caesar/O POVO.

O Fortaleza fez uma de suas piores partidas sob o comando de Rogério Ceni na derrota para o Sampaio Corrêa por 1 a 0, rodada 27 da Série B do Campeonato Brasileiro. Nenhum setor do time funcionou nesta sexta-feira, em São Luís. A defesa voltou a falhar, o sistema ofensivo pouco criou e o que se viu foi uma atuação apática, resignada, de pouca luta e nenhuma técnica. Uma equipe desatenta e que praticou a auto-sabotagem em lances capitais.

Primeiro, Bruno Melo desperdiçou um pênalti quando o jogo estava 0 a 0. O goleiro Andrey pulou bem na bola, mas a obrigação é sempre do batedor, ainda mais diante da importância do lance para a conjuntura do Tricolor. Também na etapa inicial, Felipe perdeu uma bola dominada sem qualquer sentido lógico e permitiu a construção do gol do brioso time maranhense, desesperado pelo risco real de rebaixamento para a Série C.

Nenhum jogador que entrou em campo no Castelão teve atuação ao menos razoável. Rogério Ceni também errou na escalação inicial de Rodolfo e nas substituições, deixando o time confuso, com muitos atacantes e nenhum meio-campo para criar. Na tabela o time é líder com 47 pontos, mas o momento do elenco é muito ruim e não é de hoje. São derrotas em sequência (duas), gols sofridos em nove jogos seguidos, a pior defesa do segundo turno, falta de confiança e um ponto somado nos 12 recentes disputados.

O cenário é preocupante porque naturalmente as equipes que brigam para subir estão se aproximando e além da vantagem para o quinto colocado ter caído muito – pode despencar ainda mais após as partidas deste sábado – há chance real do time perder lugar no G-4 nas próximas rodadas caso uma reação não seja colocada em prática já na partida contra o Vila Nova, em casa e novamente como mandante, contra o São Bento, na sequência.

Restam 11 rodadas para o término da Série B.

Recomendado para você