Futebol do Povo

Com Lisca, Ceará mais do que quadruplicou aproveitamento na Série A

Foto: Fabio Lima/O POVO

Após ser um dos responsáveis pela não queda do Ceará para a Série C em 2015 com uma campanha histórica na reta final da Série B naquele ano, Lisca voltou ao clube e também tem grandes méritos na reação do elenco na Série A do Campeonato Brasileiro.

É certo que algumas modificações relevantes foram realizadas no elenco – as chegadas de Edinho, Juninho Quixadá, Leandro Carvalho e Calyson deram outra dinâmica ao time – mas o trabalho tático comandando por Lisca é a base fundamental de uma campanha de 31 pontos conquistados em 21 jogos, 49% de aproveitamento. Antes da chegada do técnico, foram nove partidas e apenas três pontos ganhos, com 11% dos pontos conquistados.

Sem Lisca, o Alvinegro tinha quatro gols marcados e 14 sofridos, ocupando a lanterna da competição. Depois da chegada do gaúcho, o time marcou 21 gols e tomou 17 e hoje é o 14º lugar da competição.

Recomendado para você