Futebol do Povo

Fortaleza: um título para a história

834 6

Campanha tricolor entra para a história da Série B. Foto: Júlio Caesar/O POVO.

Por André Almeida

O ano de 2018 ficará para sempre marcado na história do Fortaleza Esporte Clube. E não haveria data mais simbólica aos tricolores. Além do centenário do clube, a temporada ficará marcada também como a da maior conquista que o Leão do Pici já teve nos seus 100 anos de existência. A vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, na noite de sábado, culminou com título da Série B do Campeonato Brasileiro. A conquista coroa uma campanha “combativa, aguerrida, vibrante e forte”, como prega o hino leonino.

O primeiro título nacional da história do Fortaleza entra para a galeria de conquistas cheio de pompas e com o destaque que merece, com quebras de recordes dentro e fora das quatro linhas. A torcida tricolor proporcionou todos os 11 maiores públicos do campeonato, com direito a mosaicos e quebra de recorde do futebol cearense na temporada. A festa nas arquibancadas corresponde ao rendimento do time.

O desempenho dos comandados de Rogério Ceni na Segundona não deixa qualquer dúvida que o Tricolor foi absolutamente soberano numa competição em que o time provou que não ter rival à altura em campo. Por isso, a equipe fica marcada como a primeira do Nordeste a ser campeã da Segundona na era dos pontos corridos. O Fortaleza atingiu ainda a marca de segundo time que mais vezes liderou uma edição de Série B, atrás somente do Corinthians de 2008. Soma-se à isso o feito de ter entrado para o seleto rol de times que conseguiram acesso sem sair do G-4 em nenhuma rodada.

Tal desempenho fez o elenco do Fortaleza entrar para a história. Nomes como Marcelo Boeck, Diego Jussani, Bruno Melo, Dodô, Marlon e Gustagol ficarão marcados como personagens do título.

Mais que a gigante representatividade da conquista para a instituição, o título é também a redenção de um grupo de atletas que resgatou o clube dos seus mais amargos anos. No atual elenco, oito jogadores fizeram parte do time que tirou o Fortaleza da Série C, no ano passado, após oito anos.

O título da Série B é um feito enorme e legitima a celebração de uma nação que passou uma década extremamente sofrida. Aos tricolores, 2018 será mesmo inesquecível.

Recomendado para você