Futebol do Povo

Exclusivo: Fortaleza tem o contrato menos vantajoso de TV da Série A 2019; entenda

11902 49

Foto: Mateus Dantas/O POVO.

Dos clubes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza é o que vai ganhar menos dinheiro de direitos de transmissão. Isso ocorre porque o modelo de contrato assinado pelo clube com o Esporte Interativo (TV fechada) é diferente do modelo dos outros seis clubes que têm compromisso com a atração do grupo Turner e estarão na Série A em 2019: Palmeiras, Santos, Inter, Bahia, Athlético-PR e Ceará.

O Esporte O POVO apurou que o Fortaleza vai receber R$ 9 milhões fixos em 2019, nem mais, nem menos. Já os outros seis clubes vão dividir um bolo de R$ 115 milhões, com os seguintes critérios: 50% de valor fixo, 25% por desempenho e 25% por audiência. Assim, o Ceará e Athlético-PR, por exemplo, partem de R$ 9,5 milhões fixos e terão acréscimos mínimos garantidos de audiência e desempenho, podendo até dobrar esse valor, eventualmente.

Dirigentes do Fortaleza já tentaram mudar o contrato, usando os mais variados argumentos, mas a Turner, até o momento, segue irredutível. A empresa se baseia no compromisso, legalmente assinado pelas partes em 2016, quando Fortaleza estava na Série C, e entende que não necessita de modificação. Outros clubes que assinaram com o Esporte Interativo também têm o mesmo modelo do Fortaleza, mas não estarão na Série A em 2019.

No caso do contrato com a Rede Globo (TV aberta), os participantes estão sob as mesmas regras. Dos R$ 600 milhões por ano, 40% (R$ 240 milhões) serão fixos para os 20 times (R$ 12 milhões para cada, incluindo Ceará e Fortaleza); 30% (R$ 180 milhões) serão divididos por exibição (decisão da grade de programação da TV Globo, com projeção para Fortaleza e Ceará de cerca de R$ 6 milhões para cada) e os outros 30% (R$ 180 milhões) serão divididos por desempenho (R$ 28 milhões para o campeão e R$ 6,1 milhões para o último colocado, com as variações devidas por colocação).

Além de TV fechada e TV aberta, há a verba de Pay Per View, hoje em um mínimo total garantido, para ser rateado, de R$ 650 milhões. Os clubes vão receber os valores de acordo com os cadastros dos assinantes, que declaram para que time torcem no ato da compra dos pacotes. Quem tiver mais, ganha mais, casos de Flamengo e Corinthians, que até mínimo garantido possuem por terem as maiores torcidas do Brasil, aumentando muito os ganhos em relação aos rivais. Ceará e Fortaleza têm cerca de 1% dos assinantes e projetam algo em torno de R$ 6 milhões de PPV.

É relevante destacar que clubes que assinaram com o Esporte Interativo (TV fechada) a partir de 2019 tiveram propostas da Rede Globo com redução para outras plataformas (PPV e TV aberta), ou seja, uma forma de compensar as equipes que não assinaram com a emissora do grupo Turner e seguiram firmes com a Globo em todos os contratos.

DINHEIRO DA TV

Ceará:

TV aberta (Globo): R$ 12 milhões garantidos; projeção de R$ 6 milhões de audiência, além de R$ 6,1 milhões garantidos por desempenho;

TV fechada (Esporte Interativo): R$ 9,5 milhões garantidos e mínimo garantido em ganhos de audiência e desempenho (critérios serão ainda divulgados aos clubes)

PPV (Globo, Premiere): projeção de R$ 6 milhões

Fortaleza:

TV aberta (Globo): R$ 12 milhões garantidos; projeção de R$ 6 milhões de audiência, além de R$ 6,1 milhões garantidos por desempenho;

TV fechada: R$ 9 milhões garantidos e nenhuma outra verba;

PPV: projeção de R$ 6 milhões

Recomendado para você