Futebol do Povo

Ceni chorou muito ao se despedir do Fortaleza; auxiliares também vão embora

30395 19

Foto: Júlio Caesar/O POVO

Ninguém que estava presente vai se esquecer do momento da despedida de Rogério Ceni no Fortaleza. O Blog apurou que o técnico chorou muito na manhã deste domingo ao se despedir e abraçar jogadores, diretores e funcionários do clube. “Saio com o coração partido”, disse reiteradas vezes, além de lembrar das conquistas do três títulos – Série B, Cearense e Copa do Nordeste – e dos momentos marcantes que teve no Tricolor, onde ajudou também a restruturar planejamento geral e estrutura física do clube e do Centro de Treinamento.

O inegável carinho do treinador com o time, entretanto, não foi páreo para que ele resistisse ao projeto proposto pelo Cruzeiro, ainda que o clube mineiro viva uma crise política das mais graves. Salário de R$ 500 mil e contrato até o fim de 2020.

Toda a sua equipe deixa o Fortaleza; o preparador físico Danilo Augusto da Silva, além dos auxiliares Nelson Simões Junior e o francês Charles Alexandre Hembert. Eles trabalham juntos desde o São Paulo.

O elenco do Fortaleza viaja ainda neste domingo para Maceió, onde enfrenta o CSA nesta segunda, às 20 horas, jogo válido pela rodada 14 da Série A. O time será comandado por Marconne Montenegro, do sub-20, mas Nelson Simões estará presente.

Recomendado para você