Homem etc

Música Boa de Verdade, Toda Segunda, “Todos os Sons” Aperta o Play:

Olá! A coluna Todos os Sons traz hoje um pouco da ressaca do Lollapalooza Brasil 2015. Tem ainda o lançamento de álbuns de Cidadão Instigado e Cícero. Confira também mais uma conquista do Radiohead, que teve seu álbum “OK Computer” escolhido para fazer parte da biblioteca do congresso norte-americano. Aumenta o som!

***

LOLLAPALOOZA DA SAUDADE

unnamed

Smashing Pumpkins abrindo show com a seguinte sequência: “Cherub Rock”, “Tonight, Tonight” e “Ava Dore”. Jack White mandando “Icky Thump”, de sua antiga banda, White Stripes, para iniciar o show. Interpol começando com “Say Hello to the Angels”, quinta música do Turn on the Bright Lights (2002), primeiro disco da banda. E, por fim, Robert Plant, baseando seu show em grandes clássicos do Led Zeppelin. Para resumir tudo isso, só uma palavra vem à cabeça: saudade.

O Lollapalooza Brasil 2015 pode não ter sido uma das melhores edições, mas ouvir essas músicas em alto e bom som faz com que todo o sentimento seja (re)transmitido. O público que mora em São Paulo talvez possa ter mais acesso aos shows, estar mais acostumado a ver esses nomes que citei.  Até entendo que trazer um Metallica ao Brasil esteja meio “cansado” já. Mas é necessário (re)ver esses nomes que marcaram e continuam a marcar o rock ou a música pop.

Confesso que, mesmo vendo pela tela do computador, me arrepiei ao ver Billy Corgan entoar sua voz e tocar sua guitarra. E pensar que Smashing Pumpkins (em teoria) já acabou faz tempo e que ele está ali… Ele segue com todos os percalços em seu caminho. Corgan me fez pensar um pouco sobre a decadência de uma estrela do rock. Se apresentou com uma banda já sem identidade. Mas ele estava lá. Mais do que isso: suas músicas continuam lá e, do mesmo jeito, fazem o solo tremer.

 

****

OK COMPUTER NO CONGRESSO 

unnamed (1)

Por falar em saudade, voltamos os olhos para um disco de 1997. O “OK Computer”, do Radiohead, recentemente passou a fazer parte do acervo da biblioteca do congresso dos Estados Unidos. A instituição tem como objetivo preservar a memória estética e histórica do país. Por isso, anualmente, seleciona algumas obras para fazer parte desse grupo seleto. Ao lado dele também foram selecionados álbuns como: “Kiss Me, Kate” (1949), de Cole Poter e o primeiro álbum do The Doors, de 1967.

Mas por que o “OK Computer” se torna tão especial? O terceiro álbum da banda inglesa vendeu mais de oito milhões de cópias. Entretanto, seu mérito não é pela venda. Muito pelo contrário. A musicalidade do disco envolto em experimentalismo e os temas abordados em sua mensagem final – como consumismo, alienação social, isolação emocional – fizeram com que a obra se estendesse a um grande retrato do século que estava por vir. A fuga pelo lugar comum na música e a genialidade de Thom Yorke e companhia os levaram a um caminho sem volta. Assim, eles conseguiram mexer com toda a música pop.

PLAY:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=u5CVsCnxyXg[/youtube]

****

A PRAIA DE CÍCERO

unnamed (2)

“A Praia” é o terceiro álbum de Cícero que foi lançado nessa última semana, assim como seus dois discos anteriores: gratuitamente pela internet. Para baixar a discografia completa do cantor e compositor carioca, basta acessar seu site: http://www.cicero.net.br/.  Produzido por Cícero e Bruno Schulz, o disco tem participação de Gabriel Ventura (Ventre), que colabora com a guitarra em algumas faixas e de Felipe Pacheco, Cairê Rêgo e Gabriel Vaz (os três da banda Baleia).

 

****

A FORTALEZA DO CIDADÃO

unnamed (3)

O novo disco do Cidadão Instigado irá se chamar “Fortaleza”. Segundo a banda cearense, o álbum “tá só a massa”. Na última semana, dois teasers foram divulgados pela banda nas redes sociais (ver abaixo) para mostrar um pouco do trabalho que vem sendo concluído. O álbum terá lançamento em breve, nos dias 9 e 10 de abril, na Chopperia do Sesc Pompéia, em São Paulo. No dia 30 do mesmo mês, o Cidadão deverá passar por Fortaleza, para comemorar os 16 anos do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Atualmente, o quarto disco da carreira da banda de Fernando Catatau está em fase de masterização no Howie Weinberg´s Mastering Studio, em Nova York (EUA). O estúdio assina discos como Never Mind, do Nirvana, Blood Sugar Sex Magik, do Red Hot Chili Peppers, e Brain Drain, do Ramones.

PLAY: 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=3KvYuGYeCSI[/youtube]

PLAY:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=VB1BGPrkUVA[/youtube]

Lucas Benedecti

lucas.benedecti@gmail.com

lucas

 

Recomendado para você