Homem etc

LIVRO REÚNE RELATOS E FOTOS DOS 79 MESTRES DA CULTURA TRADICIONAL POPULAR DO CEARÁ

Na próxima quinta-feira (31/08), a Fundação Waldemar Alcântara (FWA) lança o Livro dos Mestres – O Legado dos Mestres: Cultura e Tradição Popular no Ceará. A publicação reúne perfis ilustrados dos 79 Mestres da Cultura, nomeados pelo Edital “Tesouros Vivos da Cultura” do Estado do Ceará, instituído por meio dalei nº 13.3351/2003. O evento de lançamento acontece a partir das 18:30 horas, na sede da FWA, com apresentação do Boi do Mestre Zé Pio e do grupo Drama em Cena, da Mestra Ana Norberto, de Tianguá, aos convidados e à imprensa. Mestre Aldenir (Reisado), do Crato, também estará presente.

Realizado com apoio do Governo Federal através do Ministério da Cultura (MINC), via Lei Rouanet, a edição traz nas suas 512 páginas o inventário do contingente de mestres consagrados desde a origem do programa, elencados em tomos diferentes os Mestres vivos e os mortos. A partir da pesquisa até a peregrinação por 36 cidades do Ceará, a dupla organizadora realizou entrevistas com os Mestres atuantes em seus locais de ensinamentos, contando com o registro fotográfico de cada um deles por Jarbas Oliveira.

As fotos de Jarbas revelam ainda a diversidade paisagística das localidades e nas matizes criadoras de cada Mestre, exalando por exemplo, que “o Sertão não é só secura, está repleto de cores”, como também levam a “outra forma de se ver o Ceará, seja pelo litoral e serras, entre os aspectos geográficos sempre coloridos em que os Mestres estão inseridos”, explana o fotógrafo.

No segmento sobre os Mestres já mortos, há fotos adicionais de Felipe Abud, Francisco Fontenelle/ Banco de Dados O Povo, Gentil Barreira, Jorge Rosal, Leopoldo Kaswiner, além de imagens dos acervos familiares e da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult).

No projeto gráfico da LaBarca.Design as personas perfiladas estão listadas em sequência, por ordem alfabética a partir do nome real dos Mestres. Traz dados sobre as datas de reconhecimento do título no Diário Oficial do Estado, como também a localidade onde residem e a data do nascimento de cada um (no caso dos mortos, consta também a data do falecimento). Os perfis foram editados de forma a preservar as apresentações de cada Mestre nas suas próprias palavras, abrindo com retratos de cada um, seguidas por outras fotos que contextualizam suas vivências como Mestres.

Os Autores

Recomendado para você