Homem etc

Cinema do Dragão – Programação

Seleção oficial no último festival de Cannes, CONQUISTAR, AMAR E VIVER INTENSAMENTE é o novo filme do aclamado cineasta francês Christophe Honoré e narra a história de Jacques (Pierre Deladonchamps), um escritor e dramaturgo que vive em Paris, e Arthur (Vincent Lacoste), um jovem estudante de Rennes. Após se encontrarem na esquina entre um teatro e um cinema, eles vivem uma história em um período complicado dos anos 90, onde o amor paira sobre a morte e a ternura luta contra o desespero, porém, a vida continua contra todas as probabilidades.

 

Exibido na Quinzena dos realizadores do último Festival de Cannes, MEU QUERIDO FILHO é um filme tunisiano que narra a história do desaparecimento do filho de um casal na Tunísia após longo período de problemas de saúde.

 

A ÚLTIMA ABOLIÇÃO é uma retrospetiva detalhada de um momento emblemático da história do Brasil, a abolição da escravidão, apresentado de uma outra perspectiva. Ao contrário do que foi pregado por livros didáticos e outras vertentes da história oficial por muito tempo, não foi meramente a assinatura da Princesa Isabel na Lei Áurea em 13 de maio de 1888 que libertou os escravos, e tampouco tal liberdade foi um presente ou um passo na direção da mitológica democracia racial.

 

TINTA BRUTA (de Felipe Matzembacher e Marcio Reoln), DIAMANTINO (de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes) e MY NAME IS NOW, ELZA SOARES (de Elizabete Martins Campos), ASAKO I & II (de Ryusuke Hamaguchi) O BEIJO NO ASFALTO (de Murilo Benício) continuam em cartaz.

ESTREIA

CONQUISTAR, VIVER E AMAR INTENSAMENTE (França, 2018) – Estreia

Direção: Christophe Honoré // 132 minutos // DCP 2K // 16 anos

Sinopse: Jacques (Pierre Deladonchamps) é um escritor e dramaturgo que vive em Paris. Arthur (Vincent Lacoste) é um jovem estudando em Rennes. Eles se encontram na esquina entre um teatro e cinema. Eles vivem uma história em um período complicado dos anos 90, onde o amor paira sobre a morte e a ternura luta contra o desespero, porém, a vida continua contra todas as probabilidades.

// Sala 2

04/12: 15h20 e 19h50

05/12: 15h20 e 19h50

06/12: 15h20 e 19h50

07/12: 15h20 e 19h50

09/01: 15h20 e 19h50

10/01: 15h20 e 19h50

MEU QUERIDO FILHO (Tunísia, 2018) – Estreia

Direção: Mohamed Ben Attia // 104 minutos // DCP 2K // 12 anos

Sinopse: Riadh está prestes a se aposentar como motorista no porto de Túnis. Com Nazli, ele forma um casal unido em torno de seu único filho, Sami. As repetidas enxaquecas dele preocupam seus pais e no momento em que Riadh acha que seu filho está melhor, ele desaparece.

// Sala 1

04/12: 20h

05/12: 20h

06/12: 20h

07/12: 20h

09/01: 20h

10/01: 20h

A ÚLTIMA ABOLIÇÃO (Brasil, 2018) – Estreia

Direção: Alice Gomes // 82 minutos // DCP 2K // Livre

Sinopse: Uma retrospetiva detalhada de um momento emblemático da história do Brasil, a abolição da escravidão, apresentado de uma outra perspectiva. Ao contrário do que foi pregado por livros didáticos e outras vertentes da história oficial por muito tempo, não foi meramente a assinatura da Princesa Isabel na Lei Áurea em 13 de maio de 1888 que libertou os escravos, e tampouco tal liberdade foi um presente ou um passo na direção da mitológica democracia racial.

// Sala 1

04/12: 18h

05/12: 18h

06/12: 18h

07/12: 18h

09/01: 18h

10/01: 18h

EM CARTAZ

ASAKO I & II (Japão, 2018) – 2ª Semana

Direção: Ryusuke Hamaguchi // 120 minutos // DCP 2K // 14 anos

Sinopse: Asako e Baku vivem um romance intenso e avassalador, porém, certo dia, o temperamental Baku desaparece. Dois anos mais tarde, depois de se mudar de Osaka para Tóquio, Asako encontra o duplo perfeito de Baku. Ryusuke Hamaguchi, que já havia atraído atenção em 2015, com um filme de mais de cinco horas intitulado Happy Hour, retorna com esta obra, baseada em um livro da escritora Tomoka Shibasaki, para traçar a trajetória de um amor, ou, para ser exato, dois amores, encontrados, perdidos, deslocados e recuperados.

// Sala 2

04/12: 17h40

05/12: 17h40

06/12: 17h40

07/12: 17h40

09/01: 17h40

10/01: 17h40

O BEIJO NO ASFALTO (Brasil, 2018) – 2ª Semana

Direção: Murilo Benício // 98 minutos // DCP 2K // 14 anos

Sinopse: Baseado na peça homônima escrita por Nelson Rodrigues. Ao presenciar um atropelamento, Arandir, um bancário recém-casado, tenta socorrer a vítima, mas o homem, quase morto, só tem tempo de realizar um

último pedido: um beijo. Arandir beija o homem, mas seu ato é flagrado por seu sogro Aprígio e fotografado por Amado Ribeiro, um repórter policial sensacionalista.

// Sala 2

04/12: 13h30

05/12: 13h30

06/12: 13h30

07/12: 13h30

09/01: 13h30

10/01: 13h30

DIAMANTINO (Portugal e Brasil, 2018) – 3ª semana

Direção: Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes //92 minutos // DCP 2K // 14 anos

Sinopse: Diamantino é uma estrela do futebol mundial, até que, de repente, perde todo o seu talento e se aposenta como um fracasso aos olhos da opinião pública. A partir disso, o ex-craque passa a procurar um novo propósito para a sua vida. Inicialmente, ele resolve confrontar o neo-fascismo. Em seguida, se envolve com a crise dos refugiados, chegando na questão da modificação genética até a busca pela origem do genial.

// Sala 1

04/12: 14h30

05/12: 14h30

06/12: 14h30

07/12: 14h30

09/01: 14h30

10/01: 14h30

MY NAME IS NOW, ELZA SOARES (Brasil, 2018) – 3ª Semana

Direção: Elizabete Martins Campos // 70 minutos // DCP 2K // 12 anos

Sinopse: Um filme com a cantora Elza Soares, ícone da música brasileira, numa saga que ultrapassa o tempo, espaço, perdas e sucessos. Elza e seu espelho, cara a cara, nua e crua, ao mesmo tempo frágil e forte, real e sobrenatural, uma fênix, que com a força da natureza transcende e canta gloriosamente.

// Sala 1

04/12: 16h30

05/12: 16h30

06/12: 16h30

07/12: 16h30

09/01: 16h30

10/01: 16h30

 

Recomendado para você