ID

Mesmo com imposto, Netflix diz que não vai aumentar os preços no Brasil

A Netflix afirmou que a empresa não aumentará o custo do pacote mensal no Brasil apesar da cobrança de 2% de ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza), sancionado pelo presidente Michel Temer em Dezembro.

Durante um evento na sede da própria Netflix, na Califórnia, o CEO da empresa, Reed Hastings, disse que o pacote mensal não sofrerá alteração no preço.

“Nós vamos pagar (o ISS). Ele não será repassado aos nossos clientes. Estamos no Brasil há cinco anos e pagamos os tributos. Faremos o mesmo. Não haverá aumento na mensalidade”, explicou ao jornal Folha de São Paulo.

A lei 175/16, sancionada por Michel Temer em Dezembro de 2016, diz que serão sujeitos à cobrança do imposto serviços de ”processamento, armazenamento ou hospedagem de dados, textos, imagens, vídeos, páginas eletrônicas, aplicativos e sistema de informações, entre outros formatos, cogêneres”.

A Netflix conta com 4,5 milhões de usuários brasileiros segundo informações da agência Bloomberg. ”O Brasil é um sucesso pra gente. Estamos usando o exemplo da nossa atuação no país para evoluir em outros mercados”, afirmou Hastings.

O preço de R$ 19,90 continuará e você pode começar ou continuar aquela maratona sem medo de ser feliz.

Recomendado para você