ID

Facebook pede “nudes” aos usuários para combater vazamentos

(Foto: Divulgação)

O Facebook anunciou um novo teste para combater a “Pornografia da Vingança”, que consiste no ato de compartilhar na internet fotos e vídeos íntimos sem o consentimento de quem é exposto no conteúdo.  Para isso, uma ação foi lançada para que os usuários enviem “nudes” para a companhia.

De acordo com a empresa, as imagens serão marcadas como impressões digitais, bloqueando, assim, a divulgação das fotos nas redes ligadas ao grupo e evitando a replicação.  O objetivo da companhia é devolver o controle dessa divulgação às vítimas e diminuir a taxa de abusos do tipo na rede.

A empresa de Mark Zuckerberg testa a tecnologia na Austrália em parceria com uma agência do governo. Em entrevista à ABC, a chefe da comissão governamental de segurança na web, Julia Inman Grant, afirma que a iniciativa visa permitir que as vítimas em potencial se antecipem aos abusadores antes que as imagens sejam vazadas no Facebook, no Instagram ou no Messenger.

“Nós vemos tantos casos em que, talvez, as fotos e os vídeos foram feitos de forma consensual na época, mas que não houve consentimento para enviar mais amplamente”, conta Julia à rede australiana.

Segundo o Instituto de Pesquisa Dados e Sociedade, cerca de 4% de usuários americanos são vítimas deste tipo de pornografia. A maioria são mulheres até 30 anos.

Recomendado para você