ID

PES 2019 traz time do Ceará com nomes e uniformes oficiais

Foto: reprodução

 

Por Neto Ribeiro

O Ceará fechou parceria com a Konami e a Eletronics Arts (EA) para fazer parte das próximas edições do Pro Evolution Soccer (PES) e Fifa, jogos de futebol para Xbox, PlayStation e computadores que serão lançados no segundo semestre. A informação foi confirmada pelo diretor de Marketing do Vovô, Christian Alekson, em contato com a reportagem do O POVO na manhã desta terça-feira, 17.

No PES 2019, o elenco do Alvinegro de Porangabuçu estará completo com o escudo, uniforme e os nomes dos jogadores, do mesmo modo que acontece com as demais equipes brasileiras que estão presentes no game. No Fifa 19, no entanto, apenas o manto e o emblema do Vovô estarão estampados, os jogadores estarão com nomes genéricos.

Acontece que a EA Games, empresa que produz o Fifa, costuma comprar os direitos de imagem do campeonato, modelo que ocorre na liga Inglesa, por exemplo. A empresa adquire o pacote completo do torneio, que inclui a identidade visual do certame, os clubes participantes, os estádios dos times e os jogadores.

Nesse caso, os direitos de imagem são pagos à FIFPro, entidade que repassa os valores diretamente aos atletas, mas que não existe no Brasil. Isso acontece em todos as ligas que estão licenciadas nos dois games de futebol, inclusive em países vizinhos do Brasil, como Argentina e Colômbia.

Segundo Christian, essa situação deve ser resolvida até o próximo ano. Ele revelou que o Vovô tentou negociar a ingressão de seus atletas no game, tentando proporcionar uma boa experiência aos jogadores do Fifa (o game é o simulador de futebol mais jogado no mundo), mas foi informado que não seria possível.

 “Embora o Ceará tivesse interesse, a Fifa manteve o padrão (de colocar jogadores com nomes genéricos). Eles ainda enfrentam problemas judiciais. A EA Games como trabalha com entidades que fazem essa ponte de uma forma geral (FIFPro) – e essa entidade não existe no brasil -, eles precisam fazer isso com cada atleta (negociar os direitos de imagem de forma individual). Na Europa isso é normal e é por isso que vemos os jogadores licenciados”, explicou o diretor do Ceará.

Justificativa

Tanto a Konami quanto a EA Games ficaram mais cautelosas ao negociar os direitos de imagens dos jogadores do Brasileirão. Entre 2007 e 2014, 77 atletas que atuam no Brasil entraram na justiça alegando não terem recebido direitos de imagens da empresa. Paulo Baier (já aposentado), Wellington Paulista (atacante da Chapecoense) e Vanderlei (goleiro do Santos).

Sendo assim, as empresas passaram a exigir que cada clube fosse responsável por conseguir a liberação de seus jogadores, ou seja, os nomes falsos dependem do êxito – ou não -, das equipes nas negociações com os atletas.

Lançamentos

A Konami confirmou o lançamento do PES para o fim de agosto desse ano. A EA, como de costume, ainda não revelou quando seu game será lançado, mas a empresa costuma liberar seu principal game no mês de setembro.

Recomendado para você