ID

Google irá desativar Google+ após revelar vazamento de dados dos usuários

(Foto: AFP)

O Google anunciou nesta segunda-feira, 08, que irá desativar sua rede social Google+ depois de uma falha de segurança que afetou 500 mil contas. O aplicativo deverá se tornar um produto cooperativo.

Em comunicado, o Google admitiu um bug da segurança que foi corrigido em março de 2018 e disse que não pode confirmar quais usuários foram impactados. A análise dos dados informou que aplicativos tiveram acesso a campos de perfil que eram compartilhados com o usuário, mesmo não marcados como públicos.

Com isso, a plataforma será desativada em 2019 e os usuários terão 10 meses para fazer o backup de suas informações.

A empresa afirma ter dedicado muito esforço para a criação da plataforma mas não obteve engajamento dos usuários. “Embora nossas equipes de engenharia tenham dedicado muito esforço e dedicação à criação do Google+ ao longo dos anos, ela não alcançou ampla adoção de consumidores ou desenvolvedores e viu uma interação limitada do usuário com aplicativos . Atualmente, a versão do consumidor do Google+ tem baixo uso e engajamento: 90% das sessões dos usuários do Google+ são menos de cinco segundos”, afirma.

O Google+ deve se tornar uma rede social corporativa onde colegas de trabalho poderão participar de discussões internas. Os clientes terão regras de acesso comum para controle central de uma organização.

 

Recomendado para você