ID

Cem crianças disputam jogo de futebol contra três jogadores japoneses; veja resultado do duelo histórico

Uma TV japonesa lançou desafio inusitado a três jogadores profissionais da seleção do país nipônico: disputar uma partida de futebol contra cem crianças. Os atletas Hiroshi Kiyotake, Hotaru Yamaguchi e Yosuke Ideguchi toparam a parada, entraram em campo e partiram para o embate em desvantagem numérica. O desafio foi realizado no ano passado, mas voltou a circular nas redes sociais nas últimas horas.

Foto: Reprodução / YouTube)

Os atletas profissionais tiveram pela frente marcação acirrada, não tendo muito espaço para desenvolver suas jogadas. Cada passo era acompanhado por uma “reca” de miniatura de japoneses. Eficientes e obedientes à organização, as crianças ficaram distribuídas por todo o campo.

Diferentemente dos famosos esquemas táticos adotados nos gramados europeus, como o 4-1-4-1, 4-3-3 e 3-5-2, o time dos cem empregou o inédito 30-30-30, contando com a agilidade (mas nem tanto) de dez mini goleiros ao mesmo tempo.

Em pouco mais de cinco minutos e com posse de bola quase nula, os pequenos craques de olhos puxados praticamente não viram a cor da pelota.

No entanto, mais difícil do que entender a narração da partida, misturada entre comentários aleatórios e gargalhadas, foi compreender o entrosamento das crianças. Nas poucas oportunidades em que poderiam construir jogada, os futuros cientistas, professores ou árbitros (porque seguir no futebol vai ser difícil…) logo perdiam a bola.

Como a famosa frase do ex-jogador e ex-técnico Muricy Ramalho é infalível, não deu outra: a bola puniu os pequenos samurais. Não era para menos, o trio da seleção japonesa usou da malandragem que lhe é característica (ou não) e apelou. Eles optaram pelas jogadas aéreas para chegar ao gol da vitória, assinalado pelo volante Ideguchi.

Todo o drama do time dos cem ficou estampado no rosto de cada um de seus jovens esportistas, contrastando os largos sorrisos dos vencedores.

Wanderson Trindade

Recomendado para você