ID

Cachorro passa a morar em cemitério após dona morrer

 

Há dez anos, Bob Coveiro está no Cemitério da Saudade, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Não a trabalho nem como apoio à equipe. Bob mora no cemitério. Quando a dona morreu, na década passada, o cachorro acompanhou o enterro. Ficou no local por uma semana e a família tentou levar o cão de volta para casa. Mas ele continuou no cemitério e está lá até hoje.

Em entrevista ao portal G1, os familiares da dona de Bob afirmaram que sempre que iam buscá-lo, ele fugia de volta para o túmulo. Se, no início, o cachorro viveu no local por saudade da dona, depois fez do cemitério casa nova. Arranjou novos amigos do mundo animal, caiu nas graças da equipe e costuma brincar e acarinhar quem passa por ali em horas difíceis.

Com o tempo, ao nome de Bob foi acrescido o apelido de Coveiro. Não exerce as funções de sepultamento da alcunha, está mais para vigilante: acompanha e pastoreia quem passa por ali.

Recomendado para você