ID

Cachorro salva família de incêndio e morre após ficar preso nas chamas

Zippy era um cachorro da raça Jack Russel Terrier e estava com a família há três anos

Na madrugada da terça-feira, 17, a família Butler, na cidade de Bradenton, Flórida, nos Estados Unidos, foi surpreendida com o pequeno cachorro de estimação Zippy latindo para alertá-los das chamas que já consumiam parte da casa. Os bombeiros foram acionados, mas durante a fuga dos Butler, Zippy acabou preso na casa e não sobreviveu.

Na casa viviam, há 18 anos, Leroy Butler, a esposa, dois filhos de 8 e 12 anos e Zippy. O cachorro da raça Jack Russel Terrier latiu até acordar a família. “Acabamos saindo pela porta enquanto tudo estava desmoronando, com uma grande nuvem de fumaça de fumaça negra por toda parte”, relembrou Leroy em entrevista à emissora norte-america WTSP.

Quando chegaram à rua, perceberam que o bicho não os acompanhou. Leroy tentou voltar à casa para salvar Zippy, mas o fogo recrudesceu e tomou toda a residência.  Quando os bombeiros chegaram para debelar as chamas, Zippy já havia parado de latir. De acordo com a família, o cachorro morreu pela inalação da fumaça tóxica. 

Zippy estava com a família há três anos. Foi adotado em um abrigo para animais na Cidade. Leroy agradeceu o animal pelo ato de heroísmo. “Ele fez a parte dele, nós o resgatamos e acho que ele retribuiu o favor”, afirmou. Segundo os bombeiros, a origem do incêndio foi um problema elétrico no ar-condicionado do sótão. 

 

Recomendado para você