iMãe

Aqui, a cama da mamãe e do papai é liberada!

303 12

Dia desses li opiniões de mães em uma rede social sobre qual conselho dariam a uma mulher grávida. Muitas diziam para não balançar o bebê no colo para ele dormir e muitas também diziam que acostumassem logo os bebês a dormirem nos quartinhos deles. Acho os dois conselhos corretos. Eu até dizia que faria isso quando a Laís nascesse, mas não fiz.

Logo no começo,  eu percebi que não ia entrar nessa de deixar meu bebê chorando no berço até se acostumar a dormir  sozinho. Ouvi muita gente dizer que era manha, que eu ia acostumar mal e tudo mais. Não dei ouvidos. Se minha filha quer meu colo ela vai ter!

Por tantos anos quis o colinho da minha mãe…  Por quantos anos… Até hoje. Minha mãe já faleceu há 20 anos, já tinha falado disso AQUI. Me lembro perfeitamente dos dias que ela cuidou de mim em noites de febre, das noites que ela me deixou dormir com ela na cama, me lembro muito. Ainda bem que ela deixou. Muitas lembranças de amor e carinho ainda estão na minha memória graças a ela não ter dado ouvidos a Super Nanny! (rsrs) Se é que havia alguma na época!

Não condeno e não acho que seja besteira que as mães acostumem seus filhos a dormir no próprio quarto, não acho mesmo. Pelo contrário, admiro. Admiro todas as mães que seguem aquilo que vem do coração delas, que vai facilitar a vida delas e que vai educar seus filhos da forma como elas acham correto, sem ter que ouvir “os outros”. Só por isso.

Esse é o meu motivo. Aqui em casa é tudo liberado, quem quer colo, tem colo. Quem quer dormir na cama da mamãe e do papai…DORME. E a festa é grande! E esses momentos também vão ser inesquecíveis para a Laís, tenho certeza. E quanto a intimidade do casal? Vai muito bem, obrigada.  Isso nunca atrapalhou em nada.

Maaaasss para ficar bem claro, a Laís dorme todas as noites no quartinho dela, quando ela quer dormir comigo e com o papai, aí ela dorme e logo depois que ela pega no sono a levo para a caminha. Esse post era só um desabafo e uma forma que encontrei para dizer mais uma vez que podemos ser mães do jeito que queremos, sem ouvir taaantos “conselhos”.

Não se frustrem por nada. Vamos relaxar!

Recomendado para você