iMãe

02 de abril – Dia Mundial de Consciência sobre o Autismo

 Que dia importante, que programação importante!

Saiba tudo que vai ocorrer nesta data de conscientização sobre o autismo aqui em Fortaleza.

dia da consciencia sobre autismo

02 de abril – Dia Mundial de Consciência sobre o Autismo
Sou autista, tenho direitos! Diga SIM à inclusão!

Vestir azul nesta terça-feira, dia 02 de abril: o convite é da Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas com Autismo (ABRAÇA), entidade que congrega 12 organizações e milhares de autistas em todo o Brasil. A homenagem marca o Dia Mundial da Consciência sobre o Autismo, criado por decreto da Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de que autistas, suas famílias, governos e sociedade em geral discutam o Autismo e reafirmem o compromisso de promoção da inclusão e defesa dos seus direitos fundamentais, tais como saúde, educação, lazer, liberdade, respeito pelo lar e pela família.

A programação em Fortaleza é intensa. Acontece nesta terça-feira, dia 02 de abril, uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Fortaleza, às 14h30 sobre o tema deste ano: Sou autista, tenho direitos! Diga SIM à inclusão. Mas teve início em 20 de março, com uma Roda de Conversa na Casa da Esperança, importante entidade no atendimento e pesquisa na área, no Brasil. Na sexta-feira, 05 de abril, será realizado um Ato Público, às 15h, na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza. E uma nova Roda de Conversa encerra as atividades, em 10 de abril, quarta- feira, às 15h, na Fundação Projeto Diferente, outra entidade referência no atendimento a autistas no Ceará.

A data é marcada por diferentes atividades de divulgação da síndrome em todo o mundo, fazendo o debate a respeito da situação das pessoas com Autismo e suas famílias e propondo ações e políticas públicas. As atividades de mobilização visam democratizar as informações em torno dos direitos dessas pessoas, na busca da conquista da cidadania plena, como parte da diversidade humana.

A ABRAÇA é uma organização nacional criada em 2008, de defesa dos direitos humanos das pessoas com Autismo e Asperger; dos profissionais de diversas áreas que trabalham nas entidades que oferecem atendimento; e familiares, todos comprometidos em agir pela inclusão, desinstitucionalização, fortalecimentos dos laços familiares, respeito à diversidade e contra práticas abusivas e excludentes para com as pessoas com autismo.

O Autismo é considerado pela Medicina um distúrbio do neurodesenvolvimento que se manifesta precocemente e afeta as habilidades de comunicação, comportamento e interação social, o termo engloba os conhecidos como Transtornos do Espectro do Autismo (TEA). Os estudos mais recentes apontam que quase 1% da população possui algum Transtorno do Espectro do Autismo, no Brasil, algo em torno de 1,9 milhão de pessoas, muitos deles vulneráveis a múltiplas formas de discriminação e exclusão, que sistematicamente impedem o pleno desenvolvimento e gozo dos direitos fundamentais.

Em julho de 2009, o Brasil ratificou a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (CDPD), com status de emenda constitucional, que visa proteger e assegurar os direitos humanos e liberdades fundamentais das pessoas com deficiência. Em 2012 foi sancionada a Lei Federal 12.764/2012, que reforça essa proteção em nível nacional, reconhecendo que pessoas com autismo são pessoas com deficiência para todos os efeitos legais.

Segundo o presidente da ABRAÇA, Alexandre Mapurunga, o papel dos governos de todas as esferas é importante, na implementação de políticas públicas inclusivas para pessoas com autismo. “O envolvimento e conhecimento das famílias é crucial para o desenvolvimento das pessoas com autismo e pode ser determinante no enfrentamento das barreiras sociais”, acredita. “Temos que ter coragem de dizer SIM à inclusão e chamar toda a sociedade para que repita conosco. A sociedade justa e igualitária que queremos não tolera discriminação e respeita o jeito de ser dos autistas. Com leis, políticas e práticas inclusivas, vamos continuar conquistando e transformando os espaços para as pessoas com Autismo e suas famílias”, afirma Mapurunga, também diretor da Casa da Esperança.

Programação em comemoração pelo
Dia Mundial de Consciência sobre o Autismo- 02 de abril
Realização:
Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas com Autismo (ABRAÇA)
Casa da Esperança
(Rua Francílio Dourado, 11 – Água Fria, Fortaleza-CE, 60813-660)
Fundação Projeto Diferente
(Rua José Vilar, 938 – Aldeota, Fortaleza – CE, 60125-000)

Mais informações:
Casa da Esperança: (85) 30814873
Projeto Diferente: (85) 32248831
Alexandre Mapurunga: (85) 97603180
Arlete Rebouças: (85) 88542951/96235362
Sônia Oliveira: (85) 96494306
Tereza Sandes: (85)86837651

MANIFESTO: Sou autista, tenho direitos! Diga SIM à inclusão!
(integra no site abaixo)
http://abraca.autismobrasil.org
http://inclusaoediversidade.com

Recomendado para você