Blog do Jocélio Leal

BNDES financia R$ 1 bilhão em eólicas; parte no Ceará

Parque eólico no Litoral Oeste do Ceará: financiamento do BNDES será no Litoral Leste (Foto: Jocélio Leal)

Rio de Janeiro – O BNDES aprovou financiamento de R$ 1,037 bilhão para a construção de três complexos eólicos pelos grupos EDF, Enel e Aliança. Os parques da Aliança ficam no Ceará.

Os parques têm ao todo 148 aerogeradores. Além do Ceará, estão sendo construídos na Bahia. A potência instalada total é de 311,3 megawatts (MW).

A Aliança, cujos sócios são a Vale e a Cemig, vai tomar financiamento de R$ 243,5 milhões. Fará os parques eólicos Santo Inácio III e IV, Garrote e São Raimundo, e sistema de transmissão associado, no município de Icapuí, no Litoral Leste do Ceará.

Os parques no Ceará terão 47 aerogeradores, somando potência instalada de 98,7 MW- a serem destinados ao consumo da Vale.

O BNDES entra com até 70% dos itens financiáveis, com custo 100% vinculado à TJLP. O Banco também poderá avaliar a subscrição de até 100% de debêntures de infraestrutura emitidas pelo projeto.

Os parques movimentam pás e a cadeia de fornecedores e subfornecedores. Comprarão equipamentos fabricados no País. Segundo o Banco, gerando cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos durante as obras.

Recomendado para você