Blog do Jocélio Leal

BNB é uma das estatais com melhor governança, aponta indicador

O presidente do BNB, Romildo Rolim (Fotos: Divulgação)

Brasília – Pela segunda vez consecutiva, o Banco do Nordeste recebeu o Certificado Indicador de Governança (IG-Sest), do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. O indicador reconhece o desempenho da qualidade de governança das empresas estatais federais. O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, entregou a certificação ao diretor de Controle e Risco, Nicola Miccione. O presidente Romildo Rolim não pode ir porque participou de evento com o presidente da Caixa, Nelson de Souza, em Fortaleza.

O IG-Sest adota metodologia  a avaliação em três dimensões: Gestão, Controle e Auditoria; Transparência das Informações; e Conselhos, Comitês e Diretoria. A nota vai de zero a dez e classifica as estatais em quatro níveis. O nível 1, conquistado pelo Banco do Nordeste nesta edição, é o mais alto.

“Estamos na busca constante por melhores práticas de controle e transparência. Tudo com o objetivo de dar maior segurança à sociedade, ao mercado e aos seus acionistas”, disse o presidente Romildo Rolim em nota.

Foi a segunda vez consecutiva na qual o BNB recebeu a certificação. A estreia do IG-Sest foi em 2017. Na época, o presidente era o antecessor de Romildo, Marcos Holanda.

Entre as 47 empresas públicas e sociedades de economia mista avaliadas, o BNB ficou entre as empresas mais bem classificadas no ranking, com um 9,8. Ao lado de Banco do Brasil (10), Petrobras (10), Eletrobras (10), Engea (9,7), Caixa (9,7), Serpro (9,5) e BNDES (9,4).

Recomendado para você