Blog do Jocélio Leal

O negócio da HIP é fazer apresentações com conteúdo e emoção

Victor: na carteira de clientes está o Governo da Nova Zelândia (Foto: Divulgação)

(Editado às 16h50min) Fortaleza – A HIP (High Impact Presentations) é uma empresa cearense 100% especializada em apresentações corporativas utilizando ferramentas como Power Point e conceitos de Storytelling. Fundada por João Victor Paiva, 30, a HIP se declara a primeira do Nordeste no segmento e uma das primeiras no Brasil. 

Segundo Victor, um método desenvolvido por ele, o chamado Story Empathy, é o trunfo da companhia. Ela mira no racional, mas também no emocional da audiência. Ele fala em fixação e entendimento para aumentar as chances de sucesso das apresentações. Victor é o promotor do TEDxFortaleza.

Já tem unidades em Fortaleza, São Paulo e Orlando (EUA), onde ele mora. Victor declara carteira com mais de 200 clientes. Apresentações foram milhares nos últimos anos.

No site da HIP – clique aqui – são apresentados os cases. Eles também dão cursos com exercícios para as apresentações.

No portfólio, projetos para marcas locais, nacionais e globais, desde startups a grandes corporações. Ele cita o Governo da Nova Zelândia, Outback, Cisco, 99, Sebrae e Havaianas, cuja plataforma de capacitação dos franqueados utiliza as apresentações desenvolvidas pela HIP.

“Há mais de um ano também fomos contratados pelo Governo da Nova Zelândia, para desenvolver uma apresentação que fortalecesse as relações comerciais com o Governo argentino”, conta.

Recomendado para você