Blog do Jocélio Leal

Produção de motos em alta velocidade; conheça cada categoria

Honda NXR 160 Bros (Fotos: Divulgação: Honda)

São Paulo – Foram produzidas 96.277 motocicletas em julho, um avanço de 34,7% sobre julho do ano passado (71.482 unidades). Ante junho (50.118 unidades), o aumento chega a 92,1%. Já no acumulado dos sete meses, 590.961 motos, alta de 19,3% sobre o mesmo período do ano passado (495.232 unidades).

A Abraciclo, a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares lê o desempenho com as seguintes explicações: a ampliação da oferta de crédito e maior participação do consórcio.

Com isso, a Abraciclo revisou recentemente para cima a projeção em relação ao volume de produção esperado para este ano, passando de 935 mil para 980 mil unidades, crescimento de 11% em 2018, na comparação com o ano passado. Pela previsão inicial a produção cresceria 5,9%.

Entre as categorias mais comercializadas em julho, os destaques foram a Street, que aparece no topo do ranking com 51,2% de participação (45.482 unidades), a Trail, com 19,8% (17.548), e a Motoneta, com 15,3% (13.571). Na sequência, vieram Scooter, com 7,2% (6.419), e Naked, com 2,2% (1.927 unidades).

A propósito, você sabe distinguir cada categoria? Veja abaixo:

Honda CG 160 é referência no segmento Street

Street – Motocicleta de baixa ou média cilindrada destinada ao uso urbano.

NXR 160 Bros é modelo do segmento Trail

Trail – Motocicleta de baixa ou média cilindrada destinada ao uso misto, tanto em vias pavimentadas quanto em terreno não pavimentado.

Honda Biz 110/125 é destaque entre motonetas

Motoneta – motociclo tipo underbone, pilotado com o condutor na posição sentado, destinado ao uso urbano, de baixa cilindrada e dotado de câmbio automático ou semiautomático.

Scooter – Motociclo pilotado com o condutor na posição sentado e dotado de câmbio automático ou semiautomático, concebido para privilegiar o conforto.

Naked – Motocicleta sem carenagem, com motor propositalmente exposto e de alto desempenho, concebida para a utilização em terrenos pavimentados. Semelhante a uma motocicleta versão “sport”, sem a carenagem.

Big Trail – Motocicleta de média ou alta cilindrada destinada ao uso misto em terrenos pavimentados e não pavimentados.

Off Road – Motocicleta de qualquer cilindrada destinada exclusivamente à utilização em pisos não pavimentados.

Custom – Motocicleta caracterizada por sua vocação para percursos de estrada, destacadamente os mais longos, chamadas de “estradeiras”, que não priorizam velocidade e, sim, conforto.

Sport – Motocicletas de cilindradas médias ou superiores com carenagem que privilegia a aerodinâmica e o alto desempenho.

Ciclomotor – Veículo de duas ou três rodas, provido de um motor de combustão interna, cuja cilindrada não exceda a 50 cm³.

Touring – Motocicletas usualmente de alta cilindrada concebidas para a utilização em turismo e viagens de grandes distâncias.