Blog do Jocélio Leal

Como funciona o Waze para caronas

O CEO do Waze, Noam Bardin (Foto: Divulgação)

São Paulo – Não é corrida, é carona. Depois de se consolidar como aplicativo de mobilidade, o Waze aposta agora no estímulo às viagens coletivas em carros de passeio. O Waze Carpool começou a operar ontem em todo o Brasil. Publiquei matéria nesta quarta-feira no O POVO. Veja abaixo o passo a passo:

 

Como funciona

 

Para utilizar, são necessários: o Waze, para motoristas, e o Carpool, para o carona. Disponíveis no Google Play e App Store.

 

É necessário se cadastrar.

 

O motorista escolhe a carona e o passageiro decide se aceita. O contato deve acontecer na plataforma.

 

A decisão de aceitar se baseia no perfil declarado do motorista. O e-mail corporativo é recomendado. Mas desempregados também podem.

 

Havendo problemas, as reclamações são no próprio app. É possível conversar com o motorista por chat.

 

O que o Waze Carpool promete

 

Escolha do parceiro: quem dá e quem recebe carona pode escolher seus parceiros com base no perfil, avaliação por estrelas, número de amigos em comum, e filtros customizáveis como gênero, local de trabalho, e proximidade do caminho.

 

Rotas otimizadas: os usuários podem utilizar as atualizações em tempo real
de tráfego do Waze.

 

Redução de custos: com todos os pagamentos concentrados com no app, quem pega carona paga por uma viagem mais barata, enquanto os motoristas recebem uma ajuda de custo para a gasolina (até R$ 15 por viagem).

 

Agendamento: é possível agendar viagens com até 5 dias de antecedência. Seria uma forma de facilitar a organização de idas e vindas do trabalho, por exemplo.

 

Recomendado para você