Blog do Jocélio Leal

Nem todo roteiro para Tainá Müller pedia nudez

Fortaleza – Na edição de outubro da revista Glamour, a atriz Tainá Müller afirma que desde a sua estreia no cinema, em 2007, com o filme “Cão Sem Dono”, no qual teve sua primeira cena de nudez, acontecia o seguinte: “todo roteiro que eu recebia [a partir dali], tinha que tirar a roupa”. Mas não foi bem assim. O todos foi um exagero. Tainá participou do filme “As mães de Chico Xavier”, dos cearenses Glauber Filho e Halder Gomes, de 2011. Nesta película, zero nudez.

Tainá na capa da Glamour em foto de Helm Silva (Foto: reprodução da capa)

O filme teve locações em Fortaleza, Guaramiranga (CE) e Pedro Leopoldo (MG). No elenco, estão atores como Nelson Xavier – morto aos 75 anos em Uberlândia (MG), vítima de um câncer em maio de 2017 e que  já havia acertado a participação no próximo filme de Glauber Filho; Via Negromonte, Herson Capri, Caio Blat e Vanessa Gerbelli. A propósito, o produtor foi o empresário Luís Eduardo Girão, hoje candidato ao Senado pelo Pros do Ceará.

Tainá diz na entrevista que se incomodava, mas não entendia o porquê. “Pensava que não estava me entregando totalmente à profissão”, declarou na entrevista à “Glamour”, da qual é capa.

“Hoje entendo que é porque uma coisa é você tirar a roupa e ser protagonista, uma personagem que pensa. Outra é para ser a namorada do homem, ele, sim, o personagem complexo, conturbado. Como personagem eu também tinha o direito de de ter as minhas questões”, diz.

Aos 36 anos, mãe há dois anos e bela com 12 kg a mais do que no tempo em que era modelo internacional, Tainá se define mais leve. “Hoje sou mais feliz com o meu corpo do que quando era modelo”, afirmou à editora-sênior da revista, Giovana Romani.

Recomendado para você