Blog do Jocélio Leal

O mapa dos negócios de impacto social

Sede do Civi-co, no bairro de Pinheiros, reúne empresas de impacto social (Foto: Jocélio Leal)

São Paulo – A segunda edição do Mapa de Negócios de Impacto Social + Ambiental do Brasil será apresentada na manhã desta terça-feira (19), no Civi-co, em São Paulo. Faz uma radiografia do ecossistema. O diagnóstico revela o quão difícil é captar recursos e ter acesso a programas de aceleração. O quadro é mais árido fora do Centro-Sul. O estudo é assinado pela Pipe.Social.  O censo aponta desafios e oportunidades para negócios que miram lucro, mas não apenas. Empresas de impacto social tem como fundamento oferecer produtos e serviços de impacto social ou ambiental. Fortaleza tem projetos e empresas na área e deverá sediar em breve um condomínio de startups com este perfil.

Em 2017, a primeira edição trazia 579 empresas. Nesta segunda edição, 1.002. São de setores como educação, saúde, cidadania, cidades e tecnologias verdes e serviços financeiros. Em educação, por exemplo, uma startup nascida no Ceará virou uma referência nacional, a AgendaEdu. O sucesso chamou a atenção do fundo filantrópico Omidyar Network, que fez investimento de valor não revelado.

Fortaleza sediou em outubro de 2018 o Fórum de Investimento Social Privado em Negócios de Impacto. Houve conteúdos sobre o modelo de negócios e o contexto dos negócios de impacto, além da apresentação de cases de empresas. Leia aqui 

Recomendado para você