Blog do Jocélio Leal

Após dois anos pronta e fechada, fábrica da Honda é inaugurada

Issao cumprimenta Dória no evento desta quarta-feira (Fotos: Divulgação)

São Paulo – A Honda fez nesta quarta-feira (27) a inauguração oficial da sua nova fábrica de automóveis no País. Fica em Itirapina, a 200 km da Capital. O governador João Dória (PSDB) foi. Issao Mizoguchi, presidente da Honda na América do Sul, destaca os ganhos de produtividade, com atuação entre as plantas de Sumaré e Itirapina. Issao já dissera ao Blog que só abriria a planta quando o mercado assim permitisse.

Honda Fit é o primeiro modelo a ser montado na fábrica nova

No Ceará, a marca é concessão do grupo Carmais com as lojas Novaluz

A fábrica começou a produzir no dia 27 de fevereiro, com o faturamento do primeiro Fit produzido no local. A linha de montagem foi projetada para atender a produção de modelos diversificados e permitir modificações tecnológicas futuras. Relembre o anúncio da transferência aqui

A Honda aproveitou a ocasião para também anunciar a expansão das operações da Honda Energy, subsidiária da Honda Automóveis do Brasil dedicada à geração de energia eólica. Com a construção de uma torre adicional, a Honda Energy passará a contar com 10 aerogeradores e suprirá a demanda energética da nova fábrica.

Nova estrutura de produção no Brasil

A Honda anunciou em abril de 2018, o plano de reestruturação de seu sistema produtivo de automóveis no País. Mirava na competitividade. A produção de automóveis será transferida por completo da fábrica de Sumaré (SP) para a nova planta.

Com investimento total declarado de aproximadamente R$ 1 bilhão, incluindo a aquisição do terreno de 5,8 milhões m², compra de equipamentos e construção do prédio administrativo, a fábrica de Itirapina tem capacidade nominal de 120 mil unidades ao ano, em dois turnos, devendo empregar cerca de 2 mil funcionários.

O primeiro modelo a sair da linha de montagem foi o Fit, cuja produção diária alcança 90 unidades. Os demais automóveis fabricados no País também passarão a ser produzidos na unidade. A conclusão da transferência está prevista para 2021.

Em Sumaré, permanecem atividades que receberam investimentos recentes: produção do conjunto motor, incluindo Fundição e Usinagem; Injeção Plástica; Ferramentaria; Engenharia da Qualidade; Planejamento Industrial e Logística. A unidade também mantém a sede administrativa da Honda South America, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Automóveis, a Divisão de Peças e o Centro de Treinamento Técnico para concessionárias.

Os 10 aerogeradores ampliam a capacidade de geração para 30 MW. A demanda energética da fábrica de Itirapina também será suprida pelo parque eólico. Segundo a empresa, as atividades da Honda Energy já evitaram a emissão de mais de 24 mil toneladas de gás carbônico no meio ambiente. No resultado acumulado desde janeiro de 2015, a geração de energia ultrapassa os 306 mil MWh.

Recomendado para você