Blog do Jocélio Leal

Mayra tem um pé no DEM e cresce como opção em 2020

1211 1

Mayra Pinheiro , titular da SGTES, no Ministério da Saúde (Foto: Alex Gomes- O POVO)

Fortaleza – A titular da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (STGES), a médica Mayra Pinheiro, está com um pé no DEM. A voo da ainda tucana é hoje uma hipótese bastante plausível, com o aval do ministro da Saúde Luís Henrique Mandetta (DEM-MS), ao qual ela é subordinada.

A mudança de partido a poria no palanque para as eleições de 2020 em uma provável composição com deputado federal Capitão Wagner (Pros-CE), já candidato à sucessão de Roberto Cláudio (PDT) desde o dia em que foi derrotado em segundo turno para o atual prefeito de Fortaleza, em 2016.

Mayra não confirma, mas também não nega, o que no mercado da política significa um SIM em caixa alta. Não será surpresa se Wagner também migrar para o partido. A saída da tucana não ocorreria sem as honras do ainda tucano Tasso Jereissati.

O Blog apurou que a ida da pediatra e ex-presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, assim como do capitão Wagner, é muito bem vista pelo “CEO” do DEM, o prefeito de Salvador, ACM Neto. Outro que está num pé e noutro pela acolhida é o governador de Goiás, o ortopedista Ronaldo Caiado.

Tanto Mayra como Wagner são fenômenos eleitorais recentes. Ela ganhou projeção ao assumir o Sindicato dos Médicos do Ceará e assumir postura crítica contra o Governo Camilo na área da Saúde.

O Sindicato criou um “Corredômetro” para apontar a quantidade de pacientes em filas nos hospitais públicos, sobretudo o Hospital Geral de Fortaleza (HGF).

Passada a eleição para o Senado, na qual obteve 882.019 votos (11,37% dos votos) e acabou em quarto lugar, acabou desligada do HGF e atribuiu o afastamento (ela atendia como membro da Cooperativa dos Pediatras) à retaliação política.

Recomendado para você