Blog do Jocélio Leal

Startup do Ceará entre 11 selecionadas para imersão na Ocyan

Equipe da joint-venture Ocyan e TechnipFMC comemorando 1.000 dias sem acidentes com afastamento em maio (Foto: Divulgação)

Rio de Janeiro – A Delfos, uma startup de Fortaleza, é a única representante do Nordeste entre as 11 selecionadas para a fase de Imersão do Ocyan Waves Challenge, de 25 a 27 deste mês, no Rio de Janeiro. A empresa propôs ações para o desafio de melhoria no controle operacional do BOP (blowout preventer), uma válvula usada na exploração de poços. Ocyyan é o novo nome da Odebrecht Óleo e Gás.

Caso avance para a o projeto Piloto, a fase seguinte, poderá se tornar fornecedora da Ocyan. A companhia é especializada em oferecer prover soluções para a indústria de óleo e gás upstream (a parte da cadeia que antecede o refino) e offshore (no mar) no Brasil e no Exterior. O Blog havia noticiado a disputa pela Delfos. Lembre aqui.

O Ocyan Waves Challenge é o primeiro programa da plataforma de inovação da empresa Ocyan. As 11 startups selecionadas para a fase de imersão participaram  de um time de 21 no Pitch Day. Foram lançados oito desafios ao mercado de startups.

Entre as 11 startups para a Imersão estão Rio Analytics (Rio de Janeiro) e Serviços Subsea Especializados SSE (Macaé-RJ), para os de Drill Pipe; Novidá (São Paulo) e True Work (Curitiba), para os de Segurança; Smarti (Curitiba), para os de Gestão de Pedidos; Confirm8 (São Paulo) e Lecorp (Ubá-MG), para os de Inspeção de Equipamentos; Delfos (Fortaleza), para os de BOP; Checklist Fácil (São Leoplodo-RS), para os de Documentos de Bordo; SocialBase (Florianópolis), para os desafios de Comunicação e Sapiensia (Macaé-RJ), para os de Recursos Humanos.

Após a Imersão, as empresas passarão por nova seleção e seguem para a fase final de a criação de um Piloto, no qual as soluções serão desenvolvidas e avaliadas pela Ocyan.

A Innoscience é a Consultoria de Inovação Corporativa responsável pela estruturação e operacionalização do programa Ocyan Waves Challenge.

Ocyan fora do pedido de RJ

A Ocyan, a propósito, não foi incluída no rol de empresas do grupo listada em pedido de Recuperação Judicial.

No comunicado ao mercado, está dito:  “não estão incluídas no perímetro do pedido de recuperação judicial as seguintes sociedades: Braskem, Odebrechet Engenharia e Construção, Ocyan, OR, Odebrecht Transport, Enseada Indústria Naval, assim como alguns ativos operacionais na América Latina e suas respectivas subsidiárias”.

Também não entraram na RJ da holding a OCS (seguros), Odeprev (previdência) e Fundação Odebrecht. A empresa de etanol Atvos já fizera um pedido de Recuperação em maio.

 

 

Recomendado para você