Blog do Jocélio Leal

A 3ª edição da História da Aviação no Ceará

Na foto acima, o superintendente da Faculdade CDL Fortaleza, Lourenço da Mata; o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares; presidente da CDL, Assis Cavalcante; jornalistas Ivonildo Lavôr e Augusto Oliveira, o neto do aviador Euclydes Pinto Martins, Armando Pinto Martins e Allanda Medeiros Pinto Martins (Foto: Divulgação)

Fortaleza – A sessão de autógrafos da 3ª edição do livro A História da Aviação no Ceará reuniu na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL), última quarta-feira (10), autoridades da área militar, dirigentes de entidades de classe e familiares do aviador cearense Pinto Martins que realizou, em 1936, uma travessia histórica no voo entre Nova York e o Rio de Janeiro. Em tempo: a decisão da concessionária do Aeroporto de Fortaleza de adotar o nome Fortaleza Airport, como faz em Porto Alegre, onde também é detentora da concessão, é motivo de polêmica.

Entre as autoridades presentes na solenidade estavam o Comandante da Base Aérea de Fortaleza, Coronel-aviador Alex Pereira de Souza, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares, o presidente da CDL, Assis Cavalcante e o superintendente da Faculdade CDL Fortaleza, Lourenço da Mata. Pela família de Pinto Martins compareceram o sobrinho do aviador, Armando Pinto Martins, acompanhado de sua filha, e bisneta do piloto, Allanda Medeiros Pinto Martins, além de integrantes do 5º Grupo Escoteiros do Ar Pinto Martins.

Os jornalistas Ivonildo Lavôr e Augusto Oliveira, autores da publicação, fizeram doação de 20 exemplares da publicação para a biblioteca da Faculdade CDL. No final da solenidade, os presentes participaram de coquetel.

Recomendado para você