Layout

Projeto Papo em Família, da Ambev, lança novos vídeos

ambev

O Papo em Família, projeto resultado de parceria da Ambev com a Mauricio de Sousa Produções para ajudar pais e educadores a conversar sobre o consumo de bebidas alcoólicas com seus filhos e alunos, apresenta novidades.

 

A partir dos novos vídeos dos personagens da Turma da Mônica Jovem e Tina a companhia pretende continuar conscientizando o maior número de pessoas sobre consumo responsável.

 

 

A cartilha, principal peça do projeto, já está sendo entregue para mais de 4 mil famílias em diversas comunidades espalhadas por todo o Brasil.  A distribuição está sendo feita por meio das 23 organizações não governamentais que fazem parte da rede Jovens de Responsa, programa da Ambev que trabalha a prevenção do consumo de bebidas alcoólicas por menores de idade. O material tem uma abordagem distinta para cada faixa etária.

Os novos vídeos do Papo apresentam situações que os jovens podem enfrentar envolvendo o consumo de bebida alcoólica e orientam como agir de maneira consciente. O primeiro deles, chamado “Opinião”, mostra um diálogo da Mônica com seu pai, a caminho de uma festa, em que ela diz que não vai beber pois ainda não completou dezoito anos. Já o segundo vídeo, “Pra casa”, com a Tina e seus amigos, trata da importância de não beber e dirigir.

 

“Há cerca de três anos, a Ambev vem ampliando sua atuação voltada ao combate ao uso indevido de álcool. A companhia já conseguiu engajar diferentes públicos com os projetos reconhecidos como o Jovens, o Bar e o Supermercado de Responsa. Agora, com o Papo em Família, o intuito é envolver também os pais, principais influenciadores da vida dos filhos. Os vídeos são uma forma divertida e didática de conscientizar sobre o tema”, afirma Ricardo Rolim, diretor de relações institucionais, sustentabilidade e comunicação da Ambev.

 

Além dos vídeos e da cartilha, o Papo em Família conta com revistinhas, webséries e tiras. Todo o material pode ser acessado gratuitamente pelo site www.ambev.com.br/papoemfamilia

 

O conteúdo foi desenvolvido com base em estudos de instituições internacionais especializadas no assunto como a ONG canadense Éduc’alcool, e em pesquisas do Cisa – Centro de Informações sobre Saúde e Álcool, referência nacional sobre o tema.

 

O processo levou pouco mais de um ano e também contou com a participação de um grupo de especialistas de três áreas distintas do conhecimento – educação, medicina e sociologia – na adaptação do material à realidade brasileira. São eles: a psicóloga e educadora Rosely Sayão; o psiquiatra e coordenador do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas da USP, Dr. Arthur Guerra de Andrade; o professor da Unifesp e fundador da Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas (ABRAMD), Dartiu Xavier da Silveira; o cientista social e professor da Faculdade de Saúde Pública da USP, Edemilson Antunes de Campos; e a médica especialista em prevenção e saúde coletiva Bettina Grajcer.

 

 

Recomendado para você