Layout

Ambev lança campanha nacional por economia de água em bares e restaurantes

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a Ambev lança campanha nacional para incentivar proprietários e  profissionais de bares e restaurantes a diminuir o consumo de água em seus estabelecimentos.

 

A companhia irá distribuir mais de 300 mil cartilhas em pontos de venda de todo o Brasil com orientações sobre como  reduzir desperdícios e aumentar a eficiência no uso da água. Se todas as dicas forem seguidas, a redução do consumo pode chegar a 62%.

 

A Ambev passou dois meses realizando pesquisas em campo para entender quais eram os principais pontos de consumo de água nos bares. A partir desse mapeamento, foi possível identificar as melhores oportunidades para diminuir o  consumo de água, por meio da redução do desperdício e no aumento da eficiência.  O investimento realizado pelos donos dos bares para implantar as novas medidas é baixo e a economia gerada compensa o valor investido em até dois meses.

 

Para se ter uma ideia, a instalação de um simples arejador nas torneiras do banheiro custa R$ 10 e pode significar uma economia na conta de água de 76%. Se o bar substituir as válvulas hidráulicas dos vasos sanitários por caixas acopladas, a redução do consumo pode chegar a 50%. Mudanças de hábitos também podem gerar economia. Ensaboar todos os copos e pratos antes de enxaguar, por exemplo, pode diminuir em até 80% o consumo de água nas pias da cozinha.

 

“Essa campanha é uma extensão do que já fazemos internamente em nossas fábricas. A Ambev já é referência mundial em economia de água no processo produtivo de bebidas. Com essa mobilização nacional, queremos dividir nossos conhecimentos e experiências adquiridas nos últimos 20 anos engajando nossos parceiros mais próximos nesta causa”, afirma José Roberto Brandi, gerente de relações corporativas da Ambev.

 

Referência em economia de água –  a Ambev conta com um conjunto de ações voltadas exclusivamente para  o uso eficiente da água em suas operações industriais, entre elas: sistema estruturado que controla o consumo de água em cada etapa do processo produtivo;  investimento contínuo em novas tecnologias e equipamentos; reuso de água nas fábricas; e parcerias com outras companhias para o reaproveitamento dos efluentes tratados. Com esse trabalho, a empresa conseguiu reduzir em 40% o consumo de água nos últimos 12 anos.

Recomendado para você