Layout

Unimed Fortaleza anuncia projeto de combate à evasão escolar

 

A Unimed Fortaleza dará suporte médico para avaliar e diagnosticar estudantes de 1º e 2º grau, da rede pública de ensino, que tenham dificuldades de visão. O projeto, denominado Cuidar do Futuro, nasceu com o objetivo de atuar em prol de crianças e adolescentes utilizando a promoção da saúde como exercício de estímulo à educação.

 
Cuidar do Futuro –  a ideia nasceu a partir de um diagnóstico feito pelo Ministério de Educação e Cultura (MEC), no qual informa que um dos principais motivos da evasão escolar está relacionado a problemas de visão. Dentre os 100 países com maior IDH, o Brasil tem a 3ª maior taxa de evasão escolar do mundo, com 1 a cada 4 alunos abandonando a escola antes de completar a última série. Das crianças em idade escolar, 30% têm alguma deficiência visual e sabe-se que 23% da evasão está relacionada a este fator. Em um comparativo direto com os sul americanos, o Brasil apresenta a pior taxa de evasão com 24,3% de abandono contra 6,2% da Argentina, 4,8% do Uruguai e 2,6% do Chile.

Como vai ser –  a Unimed Fortaleza selecionou algumas escolas públicas e convocou seus oftalmologistas a se voluntariarem para visitarem estas unidades, avaliarem as crianças e adolescentes e, de acordo com a primeira triagem, encaminhá-las para uma consulta médica gratuita.

Engajamento – a iniciativa propõe também doações de óculos  por meio  de uma parceria com uma associação sem fins lucrativos, a ONG Renovatio. Para que o alcance possa ser crescente, a Unimed Fortaleza convida a população a se engajar no projeto realizando a doação de óculos para as crianças e adolescentes. Cada óculos terá o valor de R$ 25. E cada doação aumentará a ação da Unimed. Se o engajamento for amplo, a cooperativa também ampliará o número de escolas atendidas. Quanto mais pessoas participarem, mais crianças poderão ver um futuro melhor.

A campanha publicitária leva assinatura da Acesso Comunicação.

Recomendado para você