Layout

Abracadabra é finalista do Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira

 

A agência cearense de design e branding Abracadabra desenvolveu a embalagem do café Atelier 1913, cultivado em Mulungu (CE), e hoje é finalista do 17º Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira.

 

Este ano, a Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) comemora 50 anos de atuação com foco na valorização da embalagem nacional. Por meio de suas categorias, premia a inovação, a tecnologia, o design e a sustentabilidade.

 

“No quesito embalagens, esse é o mais tradicional e importante prêmio do setor. Para a Abracadabra, vencê-lo é ser colocado no rol das melhores empresa”, ressalta o sócio fundador da Abracadabra, Allyson Reis.

 

A agência concorre no módulo Embalagem, na categoria Embalagem para MPEs (micro e pequenas empresas). Cada módulo contempla diferentes categorias estratégicas relativas às principais aplicações e mercados usuários de embalagens.

 

“ Nós queremos mostrar que, mesmo um negócio pequeno, feito de maneira artesanal, pode construir valor de marca através do design”, diz Allysson.

 

O processo de criação – a equipe realizou uma imersão no Sítio São Roque, local onde o café Atelier 1913 é cultivado, se inspirando para a criação da marca e da embalagem. O “A” serifado transmite a ideia de um produto clássico, mas as curvas dão toques modernos. Na embalagem, a tipografia “falhada” remete às antigas réguas que serviam de molde para a produção de cartazes. Em paralelo, as cores frias e o visual clean passam uma mensagem de “produto atualizado”. As fotos dos fundadores do sítio que dão nome aos blends, juntamente com suas histórias, por sua vez, dão um toque artesanal, pessoal e familiar ao produto, assim como o saco e o papel craft.

 

“Dessa forma, conseguimos juntar, em um único produto, o design atual, a história e o artesanal. São três elementos que a Abracadabra gosta de reunir em um único projeto e, por isso, o selecionamos para concorrer ao Prêmio ABRE de Embalagem Brasileira”, explica a sócia fundadora, Monike Oliveira.

 

Ela conta que, após a criação da sua embalagem, o café Atelier 1913 ganhou as prateleiras de cafeterias e que, em breve, terá o seu próprio sistema de assinaturas. Com uma embalagem moderna e repleta de histórias, também ficou mais fácil despertar o interesse do público consumidor.

Recomendado para você