Layout

O primeiro sutiã de uma menina trans

Fortaleza – A ONG Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) produziu uma releitura do filme publicitário “O Primeiro Sutiã A Gente Nunca Esquece”, um clássico responsável em boa medida pelo sucesso de Washington Olivetti, em 1987. Levou um Leão de Ouro em Cannes.

Desta vez, a protagonista é uma menina trans. No roteiro, a não-aceitação pelo pai e em seguida a decisão dele de aceitar e presentear com um sutiã. A criação é da Madre Mia Filmes, do Grupo G8.

Apenas no final a explicação de que o filme é baseado na história real de Ludmila, que alterou o nome aos 10 anos. Há depoimentos da mãe e de Ludmila.

 

 

No original, a agenda era a então W/GGK — criado por Camila Franco e Rose Ferraz. O diretor de criação era Olivetto e o diretor de cena Julio Xavier — para a marca de lingerie Valisère.

 

Veja o original, abaixo: