Leituras da Bel

Livros, filmes, eventos? O que o fã de Jane Austen pode esperar de 2017

 

Cena do filme Orgulho e Preconceito

Cena do filme Orgulho e Preconceito

2017 marca o bicentenário da morte da autora, fato que motiva os fãs a planejarem programações especiais em memória de Jane Austen. Principalmente nas cidades inglesas. Mas para quem fica aqui pelo Brasil, será que chega alguma novidade? Listamos abaixo algumas certezas e possibilidades para este ano.

1 – Cartas em edição especial
Para os fãs brasileiros, a Martin Claret prepara uma novidade para o segundo semestre do ano. Em contato com o Leituras da Bel, a editora confirmou o lançamento de edição especial com a coletânea das cartas escritas pela autora em livro com capa dura e formato 16cm x 23 cm. As dimensões são as mesmas das coleções 3 em 1 dos romances completos. Aquelas nas capas rosa e azul já lançadas pela editora.

A previsão atual de lançamento é para o segundo semestre do ano, provavelmente no mês de agosto. Os textos são traduzidos por Renata Cristina Colasante, doutoranda em Estudos Literários em Inglês pela Universidade de São Paulo (USP). As cartas foram escritas a familiares e amigos de Jane Austen. Sabemos que, em vida, ela escreveu cerca de 3 mil correspondências. No entanto, a maioria foi destruída pela família, restando cerca de 150 cartas. Triste, mas vamos trabalhar com o que temos.

1

Capa do livro

2 – Clube de Leitura de Jane Austen
Outro livro anunciado para este ano já está na pré-venda. É a obra O Clube da Leitura de Jane Austen, uma tradução do livro lançado pela norte-americana Karen Joy Fowler em 2004. O lançamento da editora Rocco é previsto para o dia 9 de janeiro. Nas livrarias online, os preços variam entre R$ 30 e R$ 40.

A história traz cinco mulheres e um homem que moram na Califórnia e que passam a se reunir para discutir os livros da Jane Austen. À medida que eles vão compartilhando experiências sobre as obras e se conhecendo, os acontecimentos na vida de cada um acabam tendo reflexo nas observações que a autora fez sobre o espírito humano, mesmo que com dois séculos de diferença.

Este livro já rendeu uma adaptação para o cinema em 2007. O filme é leve e divertido, trazendo o mesmo título do livro.

 

3 – Sanditon no cinema
A primeira das possibilidades é do filme baseado em Sanditon, obra inacabada por Austen no último ano de vida. Infelizmente, não há certezas quanto ao lançamento. Apesar das tentativas de contato com as produtoras no último mês. A previsão inicial para este filme seria 2017, marcando inclusive os 200 anos de existência do manuscrito deixado pela autora.

003-sanditon-divulgacao

Capa do livro

A última notícia divulgada sobre este filme é de 2016. Ele está sendo produzido pela Fluidity Films em parceria com a Goldcrest Films e dirigido por Jim O’Hanlon, que foi o mesmo diretor da minissérie Emma, produzida pela BBC em 2009. Se isso for verdade, já é um ótimo sinal, porque essa minissérie é a versão de Emma que quase todo mundo prefere. E com razão!

Os nomes de quatro atores já foram anunciados. Holliday Grainger será a protagonista, a Charlotte Heywood. O Max Irons fica com o papel de Sidney Parker, enquanto o Toby Jones interpreta o Tom Parker. E o primeiro nome que havia sido anunciado para filme foi o da Charlotte Rampling, sendo a viúva Lady Denham.

Max Irons

Max Irons

A ideia é pegar o manuscrito iniciado pela Jane e continuar a história baseada na continuação feita por Marie Dobbs, em 1975. A história de Sanditon é sobre uma cidade do litoral da Inglaterra que leva esse nome e sobre as tentativas de Tom Parker em fazer dela uma grande atração turística, com famílias passando temporadas e movimentando a cidade, atraindo pessoas com doenças em busca dos benefícios do ar litorâneo.

A heroína, Charlotte Heywood, vai acompanhando esses planos quando é convidada para visitar Sanditon no verão. Jane Austen começou apresentando a cidade e os personagens enquanto a própria Charlotte ia conhecendo esse novo ambiente.

Particularmente, eu li Sanditon apenas até a parte em que a Jane Austen conseguiu escrever e nunca vi nenhuma das continuações. Confesso que, quando cheguei ao fim do manuscrito, fiquei intrigada para saber se o Sidney Parker seria o herói ou o anti-herói da história. Vamos ver se o filme sai e vamos torcer pra que 2017 traga notícias sobre esse filme.

4 – Os criados como protagonistas de filme
Outro filme inicialmente previsto para este ano. No entanto, outra incerteza. A adaptação de Longbourn, escrito pela Jo Baker (no Brasil, As Sombras de Longbourn), traz ao cinema a versão de Orgulho e Preconceito do ponto de vista dos serviçais da família Bennet. A obra é criativa, baseada em pesquisa histórica sobre os costumes do período regencial. E adiciona alguns temas não tratados tão explicitamente por Jane Austen: escravidão, guerras e a rotina do porão de Longbourn.

008-as-sombras-de-longbourn-1

Capa do livro

A personagem principal do livro é a Sarah, órfã trazida pela governanta de Longbourn, a Sra. Hill, para trabalhar na casa dos Bennet. A vida dela gira em torno do trabalho pesado e monótono. Ela sonha em ver o mundo e sente a rotina mudar quando o Mr. Bingley chega à região. É que os criados de Longbourn e de Netherfield acabam interagindo para a entrega de cartas e trajetos entre bailes. As mudanças vêm também quando James Smith é contratado como lacaio dos Bennet, sendo uma figura misteriosa e alvo da curiosidade da Sarah.

A ideia do filme é falada desde 2013, e seria uma produção da Focus Features em parceria com a Random House Films. Os direitos de adaptação para o cinema foram comprados meses antes do lançamento do livro. Infelizmente, pouco tem sido falado desde então. Assim, não houve anúncios para escolhas para quem iria dirigir ou atuar no filme. Podemos esperar que tenhamos notícias dessa produção, mesmo que venha uma previsão de lançamento para outro ano. Pela qualidade do livro, a versão no cinema é promissora.

5 – Para encontrar outros fãs
Exposições, peças de teatro, roteiros turísticos, encontros literários, bailes regenciais… Várias atividades vão movimentar 2017 principalmente nas cidades inglesas. Uma delas concentra parte da programação em memória da autora. É a cidade Bath, no condado de Somerset, onde ela viveu entre 1801 e 1806.

Imagem do Jane Austen Centre

Imagem do Jane Austen Centre

É lá onde fica o Jane Austen Centre, que é um lugar de visitação com um café no estilo regencial, exposição permanente, lojinha e lugar para vários eventos relacionados à autora. O site do Jane Austen Centre é uma ótima fonte para notícias sobre ela ao redor do mundo. (link: https://www.janeausten.co.uk/)

Para quem não vai estar pela Inglaterra neste ano, uma opção mais próxima é o VI Encontro Anual da Jane Austen Sociedade do Brasil (Jasbra). O encontro de 2017 será sediado em Belo Horizonte, ainda sem data divulgada, mas estimada para os meses de junho ou julho. O tema será “Celebrando o Legado de Jane Austen”, e as atividades acontecem no Memorial Minas Gerais Vale. O evento de 2016 foi entre os dias 16 e 18 de dezembro, na cidade de Ouro Preto.

A Jasbra também mantém um blog com novidades relacionadas à autora em língua portuguesa. Se você mora em Minas Gerais ou planeja uma viagem para lá, vale a pena acompanhar a página para não perder as novidades sobre o encontro. (link: https://janeaustenbrasil.com.br/)

6 – Novas edições da L&PM Pocket
Duas novas obras serão lançadas na Coleção L&PM Pocket. Em contato com o Leituras da Bel, a editora informou que os volumes de Lady Susan, Os Watson e Sanditon e de Amor e Amizade & Outras Histórias vão chegar ao mercado em fevereiro. Os livros já estão em pré-venda. Lady Susan põe em cena uma ardilosa aristocrata que se tornou viúva e não hesita em manipular as pessoas. No mesmo livro haverá Os Watson e Sanditon, obras inacabadas da autora que tem feito sucesso entre fãs. O segundo lançamento da L&PM reúne três textos ficcionais de juventude, todos na forma de narrativas epistolares: Amor e Amizade, As três irmãs e Uma Coleção de Cartas. A novela Amor e amizade, de 1790, mostra a troca de correspondência entre Laura, uma mulher madura, e Marianne, a jovem filha de uma amiga. Já as outras histórias, escritas entre 1791 e 1792, dão novas amostras do estilo cômico e do gênio que se tornariam marca registrada de Jane.

3

Capa do livro

Feliz 2017 e muita energia pra aproveitar as novidades!

Leia mais
2017 marca o bicentenário de morte de Jane Austen

Serviço

Veja outras informações sobre a autora no canal Fantástico Mundo de Jane Austen
http://bit.ly/2j8tolA

Recomendado para você