Leituras da Bel

Conheça os projetos de compartilhamento de livros que têm espaços em Fortaleza

254 3

FORTALEZA, CE, BRASIL, 03-11-2017: Francisco Moura, Coordenador do projeto. Projeto Livros Livres, na Biblioteca Central do Campus do Pici, e são livros para pegar e deixar e ler. (Foto: Aurélio Alves /ESPECIAL O POVO)

Por Isabel Costa e Larissa Pacheco

Fortaleza já conta com vários pontos de compartilhamento de livros. Dos quadrinhos às apostilas, as publicações são um convite para novos leitores

Abrir um livro e se aventurar por novas histórias se tornou mais fácil com os projetos de livros livres. São iniciativas que fomentam a leitura através de pontos onde as pessoas podem deixar e buscar exemplares. Sem registros, sem amarras e sem a burocracia das bibliotecas. Cafeterias, universidades e centros culturais de Fortaleza têm investido na ideia. As bibliotecas compartilhadas têm em comum a ideia de fazer com que as obras circulem e sejam lidas por mais pessoas, atingindo também aqueles que não têm condições de comprar uma obra. Alguns projetos chegam a ter um alcance maior do que as bibliotecas comuns, já que não necessitam de cadastro para empréstimo dos livros. Qualquer pessoa pode doar livros, desde que estejam em bom estado. Literatura brasileira, livros técnicos e manuais estão entre os títulos mais encontrados. O Vida&Arte listou alguns dos locais onde é possível encontrar livros livres.

Livro Leve e Solto
O projeto, que começou na última semana de outubro, funciona na biblioteca da Faculdade CDL e recebe livros literários de todos os gêneros.
Onde: Faculdade CDL (rua Vinte e Cinco de Março, 882 – Centro)
Horário: de 8h às 22 horas

Telefone: 34645570

Projeto Livros Livres
A Biblioteca de Ciências e Tecnologia do Campus do Pici abriga o projeto Livros Livres, que recebe literatura brasileira e estrangeira, autoajuda e histórias em quadrinhos
Onde: Biblioteca Central do Campus do Pici (avenida Mister Hull, s/n – Pici)
Horário: 7h30min às 20h45min
Telefone: 3366 9513

Páginas Solidárias
O espaço, que fica no Shopping Aldeota, funciona desde agosto e recebe todos os tipos de livros. O local ainda tem programação voltada para a literatura.
Onde: piso L2 do Shopping Aldeota (avenida Dom Luís, 500 – Aldeota)
Horário: 10h às 22 horas

Aimê Cafeteria
Com a ideia de compartilhar histórias e saberes, a cafeteria criou um projeto de livros livres em novembro. O acervo tem principalmente romances, crônicas e contos
Endereço: Aimê Cafeteria (avenida Barão de Studart, 2821 – loja 3 – Dionísio Torres)
Horário: 9h às 20h30min
Telefone: 3055 6960

Sou Livre
Com a colaboração de amigos e clientes, a empresa de doces Bolaria instalou uma estante com livros acessíveis. Mais de 200 exemplares já circularam desde o início do projeto, em outubro de 2016
Endereço: Bolaria Bolos Caseiros (rua Pinto Madeira, 1243 – lojas 6 e 7 – Centro)
Horário: 9h às 18 horas
Telefone: 3231 2814

Garrateca
A minibiblioteca compartilhada fica dentro de um petshop e existe desde março.
Onde: Petshop Garra (rua Frei Mansueto, 1427 – Meireles)
Horário: 7h30min às 18 horas
Instagram: @garrateca

Recomendado para você