Leituras da Bel

Coluna À Procura da Poesia: onze livros de poesia para descobrir em 2018. Veja lista!

Sara Síntique (Foto: Ricardo Arruda)

Por Talles Azigon*

Estou vivo. A poesia me rouba de mim e, às vezes, tenho que sair por aí. Igual a um missionário, levando os poemas, meus e de muitas outras pessoas, dentro do meu matulão, distribuindo, gritando, chamando todas as gentes para ver como a poesia é orgásmica.

Por essas e outras, chegando ao fim do ano, me atrapalhei e não fiz textos para a coluna A procura da poesia em todas as semanas. Mas, como diria Drummond, não adianta morrer. Por isso não se desespere, não nos afastemos, um ano precisa de poemas. Indico aqui 11 livros maravilhosos para o nosso próximo ano, talvezes alguns deles seja tema da nossa coluna,  delicie-se:

Angélica Freitas (foto: Bianca de Sá/divulgação)

O útero é do tamanho de um punho – Angélica Freitas

Inicialmente lançado em 2012, O útero é do tamanho de um punho é um dos mais importantes livros de poemas da literatura brasileira atual. Questionando nossas muitas concepções machistas, esse livro acaba de ganhar uma nova edição com preço e formato acessível pela Companhia das Letras.

Jarid Arraes, cordelista

Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis  – Jarid Arraes

Um livro de grande destaque no ano de 2017, furando o monopólio das grandes editoras, conta, através da linguagem poética do cordel, a vida e a trajetória de algumas das mulheres negras que resistiram no nosso país racista e deixaram imenso legado para nossa sociedade.

Nina Rizzi já publicou dezenas de livros por editoras pequenas e também de forma independente. É uma poeta espetacular!

A duração do Deserto – Ninna Rizzi

O primeiro livro da poeta e escritora Nina Rizzi pela Editora Patuá. Tem um traço marcante da autora: conseguir compor uma poética que liga o ser do local onde vive ao ser do mundo em ebulição.

Manuel Bandeira

Antologia (ou Estrela da Vida Inteira) – Manuel Bandeira

Existem algumas antologias com os poemas de Manuel Bandeira, afinal ele é um dos mais importantes poetas da literatura brasileira. Entre elas, a antologia com os poemas que o próprio poeta escolheu. Mas se for para se deparar com a poética Banderiana, vale a pena investir na sua obra completa de poesia que foi publicada com o belo título de Estrela da Vida Inteira.

O Amor Natural – Carlos Drummond de Andrade

Que Drummond é um dos poemas mais lembrados pelo povo brasileiro, disso ninguém duvida. O que poucas pessoas sabem é que o poeta de E agora, José? e No meio do Caminho tem um livro de poemas eróticos. E é delicioso.

Poema Sujo – Ferreira Gullar

Diante as opressões das ditaduras e o mundo tenso da Guerra Fria, Gullar escreve um poema cru, bonito, duro, forte. O poema sujo se inscreve na tradição dos poemas grandes que formam um livro todo.

Rumor – Tenille Bezerra

Entre os vários títulos publicados pela jovem Editora Moinhos – que vem se destacando ao publicar poesia – o livro de Tenille tem uma poética da clareza e da simplicidade que reflete muito do que se tem produzido nos dias de hoje.

Corpo Nulo – Sara Síntique

A exemplo da Editora Moinhos, porém com uns anos a mais de vida, a Editora Substânsia tem em seu catálogo grandes livros de poemas que precisam ser descobertos. Corpo Nulo é um deles! A poeta Sara Síntique demonstra máxima potência com o mínimo dizer, um livro emocionante.

Poemas Escolhidos – Elizabeth Bishop

Elizabeth Bishop é uma poeta Americana que viveu no Brasil um bom pedaço de sua vida, muito premiada, faz uma poética das paisagens, onde não se limita apenas a descrever o que seu olhar poético examina, mas preenche de vida e sentimento objetos, lugares e cenas.

De mim ninguém sai com fome – Norma de Souza Lopes

Norma foi uma feliz descoberta em terras mineiras. Aparentemente muito amada por outras e outros poetas, e com toda razão, sua poética é permeada de lembranças, ironias e, principalmente, é uma poética com muita vida. Publicou dois livros pela editora que tem mantido acesa a produção poética no Brasil, a importantíssima Editora Patuá.

Cancioneiro – Fernando Pessoa

Poucos poetas de língua portuguesa conseguiram atingir tão plenamente o mundo como Fernando Pessoa, mesmo que em vida esse reconhecimento não tenha se concretizado. Cancioneiro foi Publicado pela LPM. Fácil de achar e com preço acessível. Mas vale ler qualquer antologia do poeta português e seus heterônimos.

Leia poesia!

*Talles Azigon é poeta, editor e produtor cultura. Já publicou os livros Três Golpes D’Água e MarOriginal. Gosta de assistir Hora da Aventura, de passear na Floresta do Curió e do banho na Sabiaguaba. À procura da poesia é uma coluna semanal com comentários e indicações de livros, autores e poemas. Leia mais poetas.

 

Recomendado para você