Meu Negócio

Diálogo: como as rodadas de negócio auxiliam os empreendimentos

Foto: Ridofranz/GettyImages

Não importa quem é o seu interlocutor. O importante é saber falar de maneira sucinta a respeito do seu empreendimento, ainda que o tempo seja curto e a concorrência, acirrada

Imagine um encontro que tenha como principal objetivo aproximar compradores e vendedores e, de quebra, ainda reúna todas as condições para que o empreendedor amplie sua rede de relacionamentos. Tudo em um único dia, com alto dinamismo.

Estamos falando das rodadas de negócios, encontros que geralmente acontecem durante feiras ou em eventos independentes, como a Rodada de Negócios do Cariri, em Barbalha, que em maio deste ano promoveu o encontro de compradores de outras regiões com artesãos locais e valorização da cultura. Elas podem ser setoriais [como no exemplo, reunindo artesãos e compradores interessados em artesanato] ou multissetoriais.

As regras do jogo
Tudo começa com a divulgação dos nomes das empresas compradoras e dos produtos ou serviços que elas procuram. A partir daí, os candidatos a fornecedores se inscrevem e agendam horários para que possam mostrar aos compradores o que têm para oferecer. Como a ideia é ser um encontro dinâmico, cada reunião dura em média de 20 a 30 minutos, tempo para que vendedor apresente seus produtos de maneira sucinta e o comprador se inteire melhor de preços e condições.

Dentre os inúmeros benefícios, as rodadas criam ambientes favoráveis para que as empresas que vão como vendedoras passem a ter contato com compradores de outras regiões e estados. Segundo Marta Campelo*, mestre em Negócios Internacionais, um dos efeitos dos encontros é o intercâmbio de ideias. “Às vezes, um negócio pode até não ser efetuado naquela rodada específica, mas daí os contatos são feitos e as relações, estabelecidas, o que pode culminar em um contrato firmado em um momento posterior”, destaca.

Há tantas trocas de contatos que não é raro acontecer dos participantes fazerem negócios entre si e não somente com os fornecedores. “É que as rodadas também são ambientes propícios para o estabelecimento de potenciais parcerias entre empreendedores”, acrescenta.

É importante ressaltar que uma boa impressão depende bastante de como você apresenta seu empreendimento para os outros, seja você comprador ou fornecedor. Para isso, é importante ter pelo menos uma ideia de como fazer um pitch de negócios, uma estratégia mais utilizada para apresentação sucinta de ideias para potenciais investidores, mas que também é útil para situações como as das rodadas, nas quais o tempo é curto e as possibilidades de novos negócios, imensas.

*Analista do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae/CE)

Recomendado para você