Meu Negócio

Empreendedor de primeira viagem? Veja o que não fazer

Empreendedor

(Foto: Rawpixel/Pixabay)

Entrar no mundo do empreendedorismo exige mais que planejamento. Além de entender a dinâmica do mercado e conhecer seu público alvo, é preciso saber também o que se deve evitar ao iniciar um negócio

O número de empresas criadas no primeiro semestre de 2018 foi o maior dos últimos oito anos. Segundo dados da Serasa Experian, 1.262.935 empresas foram abertas desde 2010 até o período. O número é liderado pelos Microempreendedores individuais (MEI). Para quem está começando e deseja ter um caminho de sucesso no empreendedorismo, deve-se fazer planejamento.

Um dos principais cuidados a tomar antes do início do empreendimento é definir bem o modelo de negócios, contemplando o perfil do público-alvo e as principais estratégias de relacionamento, canais de vendas e parcerias, afirma a administradora Mônica Arruda*. “Todo o planejamento que seguirá daí deverá ter como foco o cliente e os diferenciais que a empresa deseja ter no mercado.”

Além desse aspecto, relacionado a mercado e planejamento, Mônica observa que ocorrem erros relativos à área financeira, quando os empreendedores não se programam para gastos. “O início da empresa tem despesas chamadas pré-operacionais, como aluguel, licenças, registros, adequações no ponto. Quando a empresa inicia a operação podem surgir gastos inesperados”. Desenvolver uma rede de contatos também é fundamental para conhecer o mercado, buscar informações e estabelecer parcerias.

A administradora pontua a importância do empreendedor fazer um planejamento desses investimentos, não só para a estrutura física, mas também para os aplicações financeiras no início do negócio. O empresário precisará planejar uma reserva de recursos para repor estoques, cobrir despesas fixas e sustentar vendas a prazo até que a empresa se estabilize no mercado. Segundo Mônica, no início, será necessário investir mais para fazer a divulgação para atrair clientes.

A administradora alerta para que se evite iniciar uma empresa sem buscar informações sobre o funcionamento do negócio, sem entender o mercado e as necessidades do cliente. Não somente seguir o que está dando certo e ser somente mais um, mas ver que inovação ou diferencial sua empresa irá trazer ao mercado.

Onde realizar uma capacitação inicial?
O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae/CE) atende em todo o Estado em pontos de atendimento presenciais agendado nas unidades regionais e sede, além do atendimento online pelo Fale com Especialista. Nesse atendimento são prestadas as primeiras orientações e, a partir das necessidades de cada empreendedor, é realizada a indicação de cursos e consultorias que poderão ajudar em cada caso.

“Atualmente temos a trilha ‘Começar Bem’ que trabalha as principais etapas para iniciar o negócio: comportamento empreendedor, modelagem do negócio, validação do modelo de negócios, análise de mercado, plano de negócios e análise estratégica. Para trabalhar o desenvolvimento de comportamentos empreendedores temos o Seminário Empretec. E para a gestão, o Sebrae tem diversos temas de oficinas, palestras e cursos nas áreas de finanças, marketing, gestão de pessoas entre outras”, finaliza Mônica.

*Mônica Arruda é analista do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae/CE)

Saiba mais sobre o que evitar durante os primeiros passos do seu negócio

GUIA DE FINANÇAS PARA NEGÓCIOS

GUIA DE FINANÇAS PESSOAIS

GUIA DE GESTÃO DE PREÇOS

Recomendado para você