Meu Negócio

Tipos de benchmarking: veja como cada um pode ser utilizado no negócio

Um homem e duas mulheres conversam sobre negócios. Eles estão em frente a uma lousa preta repleta de post-its coloridos

Foto: Rawpixel/Pixabay

Uma das estratégias mais utilizadas no mercado, o benchmarking possui cinco tipos que variam dependendo o foco estabelecido na gestão

Ter informações em mãos na hora da tomada de decisão, conhecimento sobre o mercado em que se está inserido, além de saber detalhes acerca de seus concorrentes, são formas de estar um passo a frente na hora de gerir um negócio. O benchmarking é uma metodologia que permite a empresa ou grupo empresarial conhecer casos de boas práticas para aplicá-las em sua realidade empresarial, com uso das devidas adaptações e melhorias.

Sendo uma das estratégias mais populares, os gestores que procuram analisar os pontos positivos como referência podem executar o benchmarking com metodologias diferentes, porém, com o mesmo objetivo. Com isso a empresa otimiza tempo e recursos na implementação de uma ideia ou processo, segundo a administradora Evelyne Tabosa*.

Tendo isso em vista, para o empresário que pretende realizar o benchmarking, independente do tamanho de sua empresa ou de quantos funcionários possua, é fundamental realizar essa análise de cenário mercadológico em que se está inserido para acompanhar as inovações. A administradora explica que essa metodologia se divide em cinco tipos de irão variar de acordo com o foco que se pretende aprender.

  • Benchmarking Interno: é uma das maneiras mais utilizadas no mercado. Essa prática pode ser aplicada entre setores de uma mesma empresa, mas em departamentos ou unidades distintas. Possui resultados rápidos e dados fáceis de coletar.
  • Benchmarking de Cooperação: tem como objetivo estabelecer parcerias inovadoras, em que empresas concorrentes do mesmo ramo compartilham informações. Ambas não apenas recebem informações, mas também repassam.
  • Benchmarking Competitivo: é realizado para inovar em seu negócio individual. As empresas analisadas fazendo parte do mesmo ramo de negócio. Existem algumas formas de aplicá-lo, das mais simples, como pesquisas informais, às mais complexas, que envolvem consultoria externa e técnicas avançadas. Esse tipo de benchmarking fornece dados que podem ser analisados para a possibilidade de ultrapassar possíveis concorrentes.
  • Benchmarking Genérico: comum entre negócios voltados à tecnologia, se refere a empresas parceiras que trocam informações mediante análise de áreas semelhantes, possibilitando deixar o processo mais transparente, além de obter conhecimento amplo do próprio negócio.
  • Benchmarking Funcional: analisando empresas, mesmo sem ser do mesmo ramo, é um dos mais utilizados. Não observa casos de concorrentes diretos, servindo para a captação de informações voltadas a uma função definida, seja venda, faturamento ou distribuição.

*Evelyne Tabosa é gestora de Turismo de Fortaleza dentro do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae/CE)

Saiba mais sobre benchmarking

GUIA DE FINANÇAS PARA NEGÓCIOS

GUIA DE FINANÇAS PESSOAIS

GUIA DE GESTÃO DE PREÇOS

Recomendado para você