Meu Negócio

Go green: entre na tendência da sustentabilidade em um negócio

pessoas à mesa e miniaturas de postes eólicos, como forma de ilustrar sustentabilidade na empresa

Passar esse conhecimento para os colaboradores, é essencial integrar a equipe nas ações (Foto: Pixabay/rawpixel)

Conheça ações que podem ser aplicadas em uma empresa que auxiliam o desenvolvimento responsável

Adotar medidas sustentáveis e criar uma cultura comportamental é uma das tendências do mercado corporativo atual. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), em 2018, foi constatado que 61% dos brasileiros mudariam seu estilo de vida em prol do meio ambiente. Dentro desse aspecto, entram empresas com empreendedorismo sustentável, nas quais o lucro está atrelado ao desenvolvimento responsável, com a adoção de medidas que não afetem ao meio ambiente.

Segundo a administradora Marília Diniz*, para o gestor que deseja trazer iniciativas sustentáveis para um negócio, é importante ter conhecimento prévio do assunto. “É preciso entender que sustentabilidade vai além do eixo ambiental, que ainda compõe o tripé o eixo econômico e o sócio-cultural.” Ela explica que, em seguida, é preciso atender a ações simples, como ter controles financeiros e não misturar as contas da empresa com as pessoais.

Marília destaca outras ações como valorização dos funcionários, escuta de opiniões, ideias, compra de insumos advindos de negócios locais e a separação e reuso do lixo reciclável etc. “Em geral, são essas ações rotineiras que podem ser integradas no dia a dia da empresa e criar uma cultura.”

A administradora explica que, para passar esse conhecimento para os colaboradores, é essencial integrar a equipe nas ações, no planejamento e nas decisões sobre o assunto, realizando bonificações, se possível. “No geral, o ser humano tende a não se importar com o que é imposto, com simplesmente obrigação, por isso, é importante que tanto o empresário quanto sua equipe enxerguem valor nas ações de sustentabilidade da empresa.”

Ideias simples de serem aplicadas
– Separar o lixo em úmido e seco;
– Incentivar os colaboradores a levarem seu próprio copo ou garrafa, não sendo necessário o uso de copos descartáveis;
– Diminuir o uso de papel;
– Uma empresa do ramo alimentar pode, por exemplo, realizar as entregas com marmitas produzidas com papel biodegradável.

Outro exemplo é o de uma pequena produção de doces e salgados que faz uso de equipamentos que produzem menos energia, além de contratar funcionários do bairro que podem ir ao trabalho de bicicleta ou a pé e, no intervalo, descansam em casa. “Trocar papel por toalhas no banheiro e armazenar água da chuva para a limpeza geral também é uma opção. Os recursos estão se esgotando e precisamos saber como melhor aproveitá-los”, aponta a administradora.

*Marília Diniz é analista técnica do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae/CE)

SAIBA MAIS SOBRE SUSTENTABILIDADE

GUIA DE FINANÇAS PARA NEGÓCIOS

GUIA DE FINANÇAS PESSOAIS

GUIA DE GESTÃO DE PREÇOS

Recomendado para você