Meu Negócio

Desperdício zero: utilize a metodologia Lean para reduzir custos na sua empresa

Imagem mostra as mãos de três pessoas trabalhando sobre uma mesa cheia de post-its. Eles parecem utilizar a metodologia lean

Foto: StartupStockPhotos/Pixabay

Voltada para otimizar os processos de um negócio, as técnicas reduzem desde o desperdício de material até o tempo de serviço empregado em uma tarefa

Manter os processos atualizados e garantir que a eficiência diária seja garantida faz parte da organização de qualquer empresa. Contudo, mesmo que tudo pareça estar ocorrendo de forma satisfatória, realizar análises pode mostrar setores a serem melhorados. É nessa perspectiva que surge a metodologia Lean, que preza pela redução de desperdício de tempo e materiais no cotidiano de um negócio.

O termo surgiu a partir das linhas de produção de indústrias da marca Toyota, na década de 1980. Em suma, a Lean é definida como uma forma de enxugar as rotinas diárias, com foco tanto em se desfazer de itens que geram acúmulo de material quanto de processos que tornam um desenvolvimento mais longo do que pode ser.

“A metodologia Lean pode ser definida como uma ferramenta de gestão que visa otimizar sistemas produtivos, eficiência na utilização dos recursos e redução dos desperdícios, sempre prezando pela qualidade das informações e o fluxo contínuo da produção”, explica João Luís Giffoni, gerente do Instituto Senai de Tecnologia. O profissional também ressalta que um dos benefícios imediatos é a redução das despesas operacionais.

Como implementar
Por ser uma metodologia composta por diferentes etapas, a implementação da Lean deve ser realizada por consultores já com experiência na área ou após uma capacitação. De acordo com João Luís, os estágios envolvem o conhecimento de como funciona todo o processo produtivo. O engajamento dos colaboradores no aprendizado também entra para fortalecer e garantir o sucesso das modificações a serem adotadas.

Não há restrição de ambientes que podem aplicar a Lean, indo desde o segmento industrial até o de serviço. “O momento ideal para aplicar essa metodologia seria no início dos trabalhos, pois ao identificar a necessidade de aplicá-la após perda no ganho, por falta de eficiência na produção, pode custar altos níveis de esforço, tempo e recurso até que o processo esteja enxuto”, comenta João Luís.

Um desafio para o empreendedor é fazer com que a metodologia deixe de ser algo a ser lembrado e vire uma filosofia do trabalho. Nesse ponto, o responsável pela Lean deverá realizar um trabalho de sensibilização até chegar ao nível cultural da empresa. “Conseguir que os colaboradores, da alta gestão até o chão de fábrica, consigam internalizar a filosofia com todos os seus preceitos.”

“Então, a gente fazendo um mapeamento desse processo produtivo, conseguimos identificar onde pode ter melhorias e a empresa ter uma eficiência maior”, ressalta Elayne Alencar, analista da unidade de gestão da inovação e sustentabilidade do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae/CE).

MVP
Existem diferentes formas de utilizar os conceitos da metodologia Lean. Um deles é o Produto Mínimo Viável (MVP), que se refere a um protótipo de serviço ou produto de uma empresa. Ainda que seja mais focado no universo das startups, o MVP auxilia a definir como uma inovação chegará ao mercado, de forma a trabalhar somente com o essencial para tanto.

Sebrae como parceiro
Para os pequenos negócios que podem demandar auxílio da metodologia Lean, o projeto Sebraetec, que trabalha com tecnologia e inovação, oferta as consultorias com subsídio de 70% do valor. Ou seja, o empresário fica a cargo de pagar apenas 30% do preço final. 

SAIBA MAIS SOBRE A METODOLOGIA LEAN

GUIA DE FINANÇAS PARA NEGÓCIOS

GUIA DE FINANÇAS PESSOAIS

GUIA DE GESTÃO DE PREÇOS

Recomendado para você