Meu Negócio

Venda sua ideia: conheça os tipos de pitch

Um homem apresenta aspectos de negócios na frente de outros dois, que estão sentados. Todos usam ternos. Ilustra tipos de pitch

Foto: Yanalya/Freepik

A habilidade de apresentar sua empresa em poucos minutos pode ser a razão para conquistar ou não potenciais investidores

Um pitch bem estruturado é o primeiro passo para conquistar investidores. Entretanto, é preciso estar preparado para transformar o maior inimigo do apresentador em aliado: o tempo. Ainda que não existam estudos acadêmicos sobre os tipos de pitch, é possível elencar alguns modelos a partir do tempo disponível para a apresentação.

De acordo com a administradora Marília Diniz*, existem pelo menos três tipos de pitch: elevator pitch, pitch normal e pitch para investidores. Entenda cada um deles:

Elevator pitch

Imagine que você acabou de encontrar acidentalmente com um possível investidor e precisa impressioná-lo em poucos segundos. O elevator pitch é ideal para a situação, já que ele é estruturado para apresentação breve, de no máximo um minuto. Treine para, em três sentenças, informar o fundamental sobre sua proposta. Inclua o nome da empresa, o que ela está desenvolvendo, para qual mercado se direciona, qual problema resolve e com qual diferencial.

Pitch normal

É geralmente o utilizado em eventos e bancas, durando de três a cinco minutos. Nesses casos, há possibilidade de usar elementos imagéticos, como slides. Aproveite a oportunidade para impactar os possíveis investidores com a identidade visual da empresa, que reflita os valores dela. Mas nada de ficar de costas lendo o slide! É preciso demonstrar confiança e conhecimento sobre o produto oferecido.

Pitch para investidores

Nesta modalidade, o apresentador goza de oito a dez minutos para apresentar resultados e situações da empresa. O ideal é usufruir de todo o tempo disponível para passar o máximo de informações cabíveis. Por isso, evite ser rápido demais, deixando tempo sobrando, ou ser muito devagar, ultrapassando o tempo disponível.

A melhor maneira de garantir sucesso ao realizar um pitch é treinar para qualquer cenário. É dever do apresentador avaliar seu público-alvo e determinar quais fatores são os mais válidos a serem indicados em tempo reduzido. Ainda que nem tudo seja dito, o importante é apresentar a empresa e despertar interesse nos investidores de conhecer mais o projeto.

*Marília Diniz é analista técnica do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae/CE)

SAIBA MAIS SOBRE PITCH

GUIA DE FINANÇAS PARA NEGÓCIOS

GUIA DE FINANÇAS PESSOAIS

GUIA DE GESTÃO DE PREÇOS

Recomendado para você