Nobre Arte

Manny Pacquiao enfrenta Keith Thurman em julho

Manny “Pac Man” Pacquiao, filipino eleito boxeador da década de 2000, único campeão mundial em 8 categorias de peso e dono de um cartel de 70 lutas com 61 vitórias, 7 derrotas e 2 empates já poderia se aposentar e figurar entre os maiores boxeadores de todos os tempos sem a menor dúvida.

                                                          Pacquiao contra Broner

Só que aceitar desafios sempre foi uma constante na carreira do pugilista filipino, após duas importantes vitórias, o nocaute contra o argentino Lucas Matthysse no qual conquistou o cinturão dos meio-médios da Associação Mundial do Boxe e a defesa contra o americano Adrien Broner na qual com 40 anos dominou com facilidade o adversário.

Após a última vitória e agora sob a tutela de Al Haymon e dentro da Premier Boxing Champions com diversas oportunidades na categoria ele escolheu novamente o mais difícil. Era especulado, por exemplo, uma luta com pouco riscos contra Amir Khan. Ao contrário, no último sábado foi anunciada  a luta contra o americano Keith Thurman para o dia 20 de julho em Las Vegas pelo cinturão da Associação Mundial de Boxe nos meio-médios.

Thurman está invicto em 29 lutas como profissional e vem de vitória contra Josesito Lopez após quase dois anos parados por conta de lesões.

                                                               Thurman contra Shawn Porter

A expectativa para o combate é grande, luta importantíssima para ambos, para o filipino talvez seja a última luta em sua carreira e oportunidade de fechar a mesma com uma grande vitória sobre um campeão invicto. Já o americano pode aposentar uma lenda que ainda se mantém relevante como um dos principais pugilistas da categoria.

Ainda é muito cedo para especulação, mas a julgar pela última luta de ambos, uma vitória de Pacquiao não é um sonho distante e seria a maneira perfeita de encerrar uma das maiores carreiras no Boxe moderno.

Recomendado para você