Nobre Arte

A difícil tarefa de escolher um adversário para Canelo Alvarez

48 3

Saul “Canelo” Alvarez atualmente é o maior expoente do Boxe. O mexicano de 28 anos possui cartel de 55 lutas com 52 vitórias, 2 empates e 1 derrota apenas quando perdeu decisão para Floyd Mayweather.

                                                                         Canelo contra Jacobs

Dono de três dos quatros cinturões mundiais na categoria dos médios, faltando apenas o da Organização Mundial de Boxe de posse do americano Demetrius Andrade, Canelo vem de vitória sobre o duro Daniel Jacobs em maio e muito se especulou sobre o próximo adversário.

Atualmente sob contrato com o serviço de stream de esportes DAZN, previstos 365 milhões de dólares por 11 lutas, para a organização a luta a ser feita em setembro é a trilogia contra Gennady Golovkin. O boxeador cazaque também sob contrato com o DAZN o que facilita a negociação e seria a luta mais lucrativa já que o serviço de stream precisa de novos assinantes e com esse casamento de lutas, o mais aguardado pelos fãs, é esperado grande número de inscrições.

Muitos questionam os resultas das decisões das duas lutas anteriores dos dois, a primeira marcada como empate boa parte dos jornalistas de boxe deram para o Golovkin e já a segunda, decisão marjoritária para o Canelo, foi um empate para muitos que assistiram. Particularmente, marquei a primeira para o Triple G e a segunda como empate. Logo, existe sim o interesse de uma resolução entre os dois boxeadores.

                                                          Golovkin contra Rolls

Só que existe uma pedra no meio do caminho. O empresário de Canelo, Oscar De La Hoya da Golden Boy Promotions, insiste em buscar outras opções a fazer a luta que os fãs e média desejam para dar um fechamento adequado à trilogia.

Além de Golovkin também foi mencionada uma possível luta contra o meio-pesado russo Sergey Kovalev que vem de vitória na qual vingou derrota para o colombiano Eleider Alvarez e detém o cinturão da Organização Mundial de Boxe da categoria. Kovalev representa a possibilidade de Canelo ser campeão na quarta categoria de peso e aos 36 anos o russo já não é mais o mesmo lutador e essa luta teria o apelo para a consagração de Canelo devido ao grande desafio que se apresentaria.

                                                        Kovalev contra Pascal

Fora ele, essa semana outro nome foi posto como possibilidade, o mexicano Jaime Munguia que também é promovido por Oscar De La Hoya e é campeão da Organização Mundial de Boxe na categoria dos médios ligeiros e subiria de categoria para enfrentar Canelo. Em minha opinião esse seria o pior casamento possível, em suas últimas duas lutas contra Dennis Hogan e Takeshi Inoue a performance de Munguia deixou muito a desejar e apesar de bem jovem com apenas 22 anos ele não tem a menor chance nessa luta.

Outro problema para Canelo é que a Federação Internacional de Boxe quer forçar uma defesa de cinturão do mexicano contra o ucraniano Sergiy Derevyanchenko e já ameaçou retirar o cinturão caso este ele não coloque o título em jogo.

Fora estes também existe a chance de outros dois lutadores que têm contrato com a DAZN serem os adversários como o já citado Demetrius Andrade campeão da Organização Mundial de Boxe nos médios e o inglês Callum Smith campeão do Conselho Mundial de Boxe e da Associação Mundial de Boxe nos super médios. Só que estes não são prováveis embora também já tenham sido especulados, quem sabe em 2020.

O que urge é o tempo. A data prevista para a próxima luta de Canelo é 14 de setembro de 2019 e é necessário muto esforço na promoção de uma luta, logo, a briga entre DAZN e Golden Boy deve ser resolvida, o desafiante precisa ser decidido, assinado o contrato da luta e anunciado o quanto antes.

Ainda guardo esperança que seja Golovkin, um dos empecilhos para a definição aparentemente está no local já que o boxeador do Cazaquistão parece não querer que a luta seja em Las Vegas porque sente que foi injustiçado pelos juízes em suas duas lutas contra Alvarez. Vamos esperar e torcer para a trilogia ocorra ainda este ano.

 

Recomendado para você