ORA, POIS!

Macau deseja ser ponte entre China e países de língua portuguesa

Em entrevista à China Radio International, o representante da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) para a Assembleia Popular Nacional (APN) da China, Si Kalon, disse esperar que Macau seja uma ponte para ligar a China e os países de língua portuguesa.

Si fez tal afirmação na primeira reunião plenária da delegação de Macau que está participando da primeira sessão da 13ª APN, em Beijing. Ele disse que devido às razões históricas, Macau tem suas próprias vantagens na comunicação entre a China e o mundo lusófono. Si acrescentou que o Fórum para a Cooperação Econômica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa é um bom exemplo.

Conforme o representante, além da economia e comércio, Macau também pode ser uma plataforma de intercâmbio cultural entre a China e os países de língua portuguesa. O esporte é um exemplo de maneira efetiva para quebrar obstáculos de comunicação. Si completou que se deve aproveitar as vantagens dos países lusófonos no esporte, especialmente no futebol, para servir à estratégia “China Sadia”.

Com informações da China Radio International.

Recomendado para você